Dados sobre países utilizadores:


Listar veículos do tipo
Viatura táctica média

 

Kaya
Viatura táctica média (Otokar)
Kaya

Projeto: Otokar
Turquia
Dimensões
Comprimento
Comprimento máximo
Largura
Altura
Altura máxima
6.48
n/disponivel
2.5m
2.916M
Peso vazio
Peso / combate
Cap. Carga
Reboque
10.2t
12.5t
2000Kg
N/disponivel
Motor / potência / capacidades
Motor
Potência
Vel. maxima
Terr. Irregular
Mercedes OM924LA 4cyl
218cv
96 Km/h
25 Km/h
Tração
Tanque combustivel
Autonomia
Tripulação
Quatro rodas motrizes
N/disponível
800Km
2+10
60º
30º
1.2M
0M
0.48M

Sistema de radar auxiliar:


Forum de discussão

Fabricado na Turquia pela empres Otokar, o Kaia, é mais uma derivaçao do veículo do tipo MRAP, resistente a minas, com base no shassis Unimog.

O Kaya é no entanto também o resultado da experiencia que a empresa turca tem já adquirido durante os últimos anos na concepção e fabrico de viaturas blindadas ligeiras sobre rodas baseadas no chassis do Land Rover, e posteriormente em componentes automotores dos veículos da AM General, como é o caso do APC conhecido como «Cobra».

Desenvolvido a partir de 2007 o Kaya baseia-se no chassis do Mercedes Benz / Unimog U5000, o mesmo chassis utilizado como base do Dingo-II da KMW, com o qual se parece em vários aspectos.

No entanto, o Kaya tem como características distintivas, além do casco característico em V (requisito nas viaturas mais recentes com capacidade anti-minas), uma separação entre o compartimento da frente onde segue o condutor e o comandante do veículo e o compartimento traseiro.
Esta divisão parece ter como objectivo proteger parte da tripulação, mesmo quando o veículo é atingido por explosivos de uma potência para a qual não foi desenhado.

No compartimento traseiro, que está elevado em relação ao compartimento da frente, os bancos estão instalados nas laterais do veículo e não no chão, e os passageiros ficam voltados para dentro. Além de uma porta traseira, estão disponíveis cinco escotilhas no tecto, que permitem a rápida evacuação do veículo em caso de necessidade.




Informação genérica:
-

MRAP-I
MRAP ou Mine Resistant Ambush Protected, é uma especificação norte-americana que se aplica a veículos militares suficientemente equipados para resistir a projecteis balisticos e a minas ou explosivos improvisados. A partir do momento em que apareceu a especificação MRAP-II, designa-se a especificação anterior como MRAP-I para facilitar a identificação dos modelos, que já de si é algo complicada.

Os veículos devem possuir casco inferior em V e chassis elevado e a especificação divide-os em:

CAT-1 MRUV (Mine Resistant Utility Vehicle) que é adequada a um veículo que deverá ter capacidade para efectuar missões de patrulha em ambiente urbano, tendo capacidade para transportar 6 pessoas..
CAT-2 JERRV (Joint Explosive Ordnance Disposal Rapid Response Vehicle) que se destina a veículos adequados para multiplas missões podendo eventualmente transportar armamento ou ser adaptados para funcionar como veículo de apoio ou ambulância ou ainda veículo de escolta. Estes veículos têm que transportar pelo menos 10 pessoas.
CAT-3 MPCV (Mine Protected mine Clearance Vehicle). É a designação para a categoria 3 e é adequado para a remoção de dispositivos explosivos por detonar.

Uma das caracteristicas exigidas para que um veículo cumpra a especificação, é a existência de uma casco em V, que permita uma maior capacidade para deflectir a força de uma explosão que ocorra ou debaixo das rodas ou debaixo do veículo, ao centro.

É importante notar, que de entre os veículos selecionados ou propostos, existem aqueles que tanto podem cumprir com os requisitos da Cat-I como da Cat-II, sendo a principal diferença a quantidade e disposição da blindagem. Essa possibilidade é muitas vezes anunciada pelos fabricantes.

Não confundir MRAP-II com MRAP Cat-II
No final de Julho de 2007, os fuzileiros navais dos Estados Unidos, emitiram uma nova especificação MRAP, conhecida como MRAP-II.
A nova especificação destina-se a delinear as características de um veículo que seja resistente às novas minas de energia quimica (de ogiva deformável), devendo por isso ser bastante mais blindado e resistente que os modelos que cumpram com a especificação MRAP-I.