Dados sobre países utilizadores:


Listar veículos do tipo
Carro de combate médio

Veículos idênticos ou relacionados:


T-35
Carro de combate pesado

T-28
Carro de combate médio

 

T-28
Carro de combate médio (Soviet State Factories)
T-28

Projeto: Soviet State Factories
União Soviética
Dimensões
Comprimento
Comprimento máximo
Largura
Altura
Altura máxima
7.44
n/disponivel
2.81m
2.82M
Peso vazio
Peso / combate
Cap. Carga
Reboque
26t
28.509t
N/disponivel
N/disponivel
Motor / potência / capacidades
Motor
Potência
Vel. maxima
Terr. Irregular
Mikulin M-17
500cv
37 Km/h
15 Km/h
Tração
Tanque combustivel
Autonomia
Tripulação
Lagartas
N/disponível
200Km
6
40º
30º
N/disponivel
2.9M
1.04M

Armamento básico
- 1 x 76mm L-10 L/24 m.1938 (Calibre: 76.2mm - Alcance estimado de 0.1Km a 0.6Km)
- 3 x 7.62 DT Degtiarev (Calibre: 7.62mm - Alcance estimado de 0.8Km a 0.8Km)
Sistema de radar auxiliar:

País: Finlândia
Designação Local:T-28
Qtd: Máx:7 - Qtd. em serviço:0
Situação: Retirado
Operacionalidade:
A Finlandia foi dos principais utilizadores deste veículo embora tenha utilizado apenas 7 unidades. Todos os veículos finlandeses foram caputurados durante a guerra entre a URSS ea Finlandia em 1939 / 1940 e foram posteriormente utilizados contra os soviéticos em 1941.

Os T-28 finlandeses continuaram ao serviço depois do fim da guerra como veículos de apoio.


Forum de discussão

O desenvolvimento do tanque médio T-28 teve inicio em 1932 e embora ele deva parte da sua herança nomeadamente no caso do sistema de suspensão e na configuração geral, ele é o resultado dos desenvolvimentos introduzidos pelos engenheiros soviéticos no sentido de adaptar conceitos importados, às necessidades do exército soviético.

Enquando vários exércitos do mundo consideravam armamento principal de 37mm para os seus carros de combate, quando o T-28 foi apresentdo com um canhão de 45mm ele foi visto como sub armado, porque os tanques leves soviéticos T-26 já estavam a ser concebidos para receber esse armamento.

As várias substituições decorreram do facto de o fabrico do T-28 ter sido autorizado, com a condição de que ele recebesse um armamento mais poderoso, o que acabou por acontecer quando foi decidido que o T-28 receberia a mesma torre do tanque pesado T-35. Mais tarde o canhão de 45mm foi substituido pelo de 76mm de cano curto to tanque pesado T-35, que por sua vez voltou a ser substituido pelo L-10 de calibre idêntico mas com maior velocidade de disparo.

A blindagem do T-28 também não era satisfatória e pouco superior à dos tanques médios e mesmo à dos tanques leves nas áreas mais protegidas.
Placas adicionais com 50mm de espessura foram colocadas na parte da frente do veículo, elevando a blindagem para 80mm. Os carros com esta adaptação foram conhecidos como T-28E, no entanto o seu peso ultrapassava as 33 toneladas, reduzindo ainda mais a sua já deficiente mobilidade.

Embora fosse um dos tanques mais pesados do mundo nos anos 30, ele não tinha capacidade para ser adequadamente modificado. Ao contrário do Pz-IV ou do seu substituto o T-34 ele não foi pensado para futuras modernizações pelo que as limitações do projecto acabaram por ditar o fim da sua produção.

503 exemplares do T-28 de várias versões foram fabricados até 1940, altura em que as linhas de montagem deixaram de fabricar o modelo, que foi substituido pelo T-34 na função de tanque médio do exército soviético.

Informação genérica:
Os carros de combate T-28 e T-35 não estão directamente relacionados, pois são mesmo destinados a funções diferentes, sendo um considerado um tanque médio e outro um tanque pesado.

Eles representam no entanto os dois principais exemplos dos tanques com multiplas torres, que foram estudados durante os anos 20 e anos 30.

Eles foram o resultado da profunda pesquisa efectuada pelos soviéticos no que respeita aos carros de combate médios e pesados e são as duas principais variações dos tanques com múltiplas torres que entraram ao serviço.

Os soviéticos obtiveram por diversas formas, vários modelos de carros de combate ocidentais e dedicaramn-se a estudar derivações desses conceitos, aproveitando uns, melhorando outros e tentando adaptar conceitos americanos e britânicos às suas próprias necessidades.

Além de terem desenvolvido conceitos britânicos os soviéticos também fizeram estudos sobre blindados juntamente com os alemães, no final dos anos 20 e inicio dos anos 30, antes de Hitler ter chegado ao poder na Alemanha.