Dados sobre países utilizadores:


Listar veículos do tipo
Veículo de Combate de Infantaria



Veículos idênticos ou relacionados:


Jagdpanzer Kanone
Caça-tanques

Marder
Veículo de Combate de Infantaria

TAM
Carro de combate médio

TAM-VCA «Palmaria»
Artilharia Auto propulsada

 

Marder
Veículo de Combate de Infantaria (Henschel)
Marder

Projeto: Henschel
Alemanha
Dimensões
Comprimento
Comprimento máximo
Largura
Altura
Altura máxima
6.79
n/disponivel
3.24m
2.98M
Peso vazio
Peso / combate
Cap. Carga
Reboque
29t
32t
N/disponivel
N/disponivel
Motor / potência / capacidades
Motor
Potência
Vel. maxima
Terr. Irregular
MTU MB833 Ea-500
600cv
75 Km/h
30 Km/h
Tração
Tanque combustivel
Autonomia
Tripulação
Lagartas
652 Litros
520Km
2+7
60º
30º
1.5M
2.5M
1M

Sistema de radar auxiliar:


Forum de discussão

O Marder foi o primeiro veículo de combate de infanteria moderno a ter entrado ao serviço de um exército ocidental e foi a primeira resposta ao aparecimento do BMP-1 soviético.
No entanto, a rápida introdução do Marder no exército da Alemanha Federal, não pode ser considerada como resposta directa ao BMP-1 soviético, sendo na verdade uma evolução lógica das tácticas alemãs, que já tinham começado a estudar a colaboração entre viaturas de infantaria e blindados, durante a II guerra mundial.

Foram desenhados vários protótipos que foram testados entre 1967 e 1968 e a escolha acabou por recair sobre um veículo que teve como base de partida a viatura caça-tanques que havia sido desenhada durante os anos 60, conhecida como Jagdpanzer-90 e Jagdpanzer-Rakkete ou «Jaguar.

Pensado para transportar tropas, o Marder deu à infantaria uma protecção blindada muito superior à de veículos como o M113. e foi equipado com uma torre armada com um canhão de 25mm, além de sistemas de visão nocturna.

A viatura esteve em produção entre 1970 e 1975.
Desde essa altura o Marder tem vindo a ser testado como plataforma para vários tipos de veículos mas apenas uma entrou em produção, a versão radar.

As séries conhecidas deste veículo são as seguintes:

Marder-1 A1(+) : Canhão de dupla alimentação, sistema de intensificação de imagem e pontaria térmica.
Marder 1 A1(-) : Igual ao anterior mas sem sistema de pontaria térmica.
Marder 1 A1A : Modernizado em várias áreas (blindagem, sistema de armas, mas sem alteração no sistema de visão nocturna)
Marder 1 A2 : Novo chassis e nova suspensão.
Marder 1 A3 : Upgrade para as versões mais antigas, incluindo nova blindagem modular e um novo arranjo nas escotilhas superiores.

O Marder serviu também de base para o sistema anti-aéreo Roland.

Informação genérica:
No final dos anos 50, o exército da República Federal Alemã, solicitou o desenvolvimento de uma família de veículos destinada a combater a cada vez maior supermacia numérica em termos de blindados dos países do Pacto de Varsóvia.

O primeiro desenvolvimento desta linha de veículos, foi directamente inspirado nos caça-tanques do III reich que tinham sido desenvolvidos na fase final da II guerra mundial. Tratava-se de uma chassis relativamente leve, com um canhão de 90mm alojado no casco.

Paralelamente, mas com um ciclo de desenvolvimento muito mais alargado, foi construido o Marder, uma viatura de combate de infantaria, com capacidade para transportar infantaria e acompanhar os carros de combate pesados.
O Marder, resultou de modificações ao projecto original e ao contrario do Jagdpanzer Kanone, possui seis rodas em vez de apenas cinco e o motor está colocado na retaguarda, quando no Marder está à frente.
Pode-se considerar que o Marder foi o primeiro veículo de combate de infantaria moderno do ocidente.

O modelo foi também utilizado como base para a construção das viaturas da familia TAM (Tanque Argentino Mediano), que acabou por se transformar na mais extensa linha de veículos militares sobre lagartas existente na América Latina.

Tendo como base o Marder, apresentado em 1970, foram concebidas na Argentina várias viaturas, a começar pelo projecto do TAM, que por sua vez evoluiu para vários outros modelos.
Entre os principais contam-se:

TAM, tanque médio com canhão de 105mm.
VCA/155: Artilharia autopropulsada.
TAM-VCTP: Veiculo blindado de infantaria.

Existem ainda versões anti-minas, veículo de comando, veículo de transporte de munições e porta-morteiro pesado.