Dados sobre países utilizadores:


Listar veículos do tipo
Carro de combate leve

Veículos idênticos ou relacionados:


Type-95 «Ha-Go»
Carro de combate leve

 

Acontecimentos relacionados
Invasão da Malásia

Type-95 «Ha-Go»
Carro de combate leve (Mitsubishi)
Type-95 «Ha-Go»

Projeto: Mitsubishi
Japão
Dimensões
Comprimento
Comprimento máximo
Largura
Altura
Altura máxima
4.38
n/disponivel
2.057m
2.184M
Peso vazio
Peso / combate
Cap. Carga
Reboque
6.8t
7.4t
N/disponivel
N/disponivel
Motor / potência / capacidades
Motor
Potência
Vel. maxima
Terr. Irregular
NVD 6120 6cyl Diesel
120cv
45 Km/h
20 Km/h
Tração
Tanque combustivel
Autonomia
Tripulação
Lagartas
N/disponível
250Km
3
31º
20º
0.5M
2M
0.812M

Armamento básico
- 1 x 37mm Type-94 L/45.6 (Calibre: 37mm - Alcance estimado de 1.5Km a 4.57Km)
Sistema de radar auxiliar:

País: Japão
Designação Local:Type-95 Ha-Go
Qtd: Máx:2300 - Qtd. em serviço:0
Situação: Retirado
Operacionalidade:
O Ha-Go entrou ao serviço do Japão logo em 1937 quando estalou a guerra aberta com a China.
Posteriormente, o Ha-Go foi amplamente utilizado em todos os combates em que o Japão utilzou blindados, já que ele era distribuido juntamente com o Type-97.

Entre as operações em que esteve envolvido, destaca-se a invasão da Malásia, na qual a superioridade japonesa perante as forças britânicas, também se ficou a dever à utilização de blindados, mesmo em zonas tropicais durante as chuvas da Monção.


Forum de discussão

Desenvolvido a partir de Junho de 1934 o Type 95 «Ha-Go» entrou ao serviço pouco tempo antes de o Japão e a China terem entrado em guerra aberta, em 1937.

O Type 95 estava armado com um canhão de 37mm , que era equivalente ao armamento de tanques muito mais pesados na Europa, como o Panzer III, que ainda estava em desenvolvimento e superior ao Panzer II que já estava ao serviço na Alemanha.
No entanto a sua blindagem máxima à frente atingia 12mm e a restante blindagem ficava pelos 6mm. Neste quesito o Type-95 mostrava-se claramente inferior já que os tanques alemães PzKpfw-II tinham uma blindagem frontal de 30mm, embora estivesse armados apenas com um canhão de 20mm.

O casco do tanque era todo rebitado, algo que era comum nos tanques japoneses mas que também demonstrava uma certa debilidade da industria do país, que na década de 1930 era essencialmente rural.

Várias modificações foram introduzidas ao longo do tempo. Logo com a intervenção na Manchuria, os japoneses decidiram fazer alterações à suspensão, porque o carro absorvia muito mal a irregularidade do terreno, resultando daí um modelo modificado.

O armamento de 37mm manteve-se mas foi introduzida uma versão melhorada da arma (substituição do canhão tipo 94 pelo tipo 98).

O Type-95 foi dos mais produzidos tanques japoneses e ele foi o tanque ligeiro standard do exército japonês quando o Japão entrou na II guerra mundial. O Type-95 operava em batalhões conjuntamente com o tanque médio Type-97.

O Type 95 esteve em produção durante oito anos, com a seguinte produção:
1936
1937
1938
1939
1940
1941
1942
1943
31
80
53
115
422
705
655
239
O total de viaturas produzidas foi de 2.300, e o custo foi de 98.000 Yen por unidade.


Produção total: 2300

Informação genérica:
Embora os carros de combate japoneses tivessem relativamente pouca oposição durante os vários conflitos e escaramuças que a China e o Japão mantiveram desde 1931 até terem entrado em guerra aberta em 1937, os militares japoneses queixavam-se da lentidão do carro de combate Type-89, pelo que foi decidido iniciar estudos para desenvolver um carro de combate leve, que pudesse ultrapassar este problema.

O desenvolvimento começou em 1934, três anos antes do inicio d guerra aberta entre o Japão e a China. O trabalho foi iniciado pela Mitsubishi Heavy Industries.

A viatura foi aceite em 1936 e recebeu o nome de Type-95 «Ha-Go», embora a sua designação na fábrica fosse «Ke-Go».

Segundo a doutrina japonesa, o Type-95 era utilizado tanto pela infantaria como pela cavalaria, podendo por isso servir para apoio ao avanço apeado, disparando contra pontos fortificados, como podia utilizar a sua velocidade para avançar rapidamente sobre o inimigo em operações de cerco.

Foram desenvolvidas várias versões da viatura, de entre as quais se destacam:

- Versão anfíbia

Type-4 «Ke-Nu»
Versão de apoio de fogo (que recebeu as peças de 57mm retiradas dos carros Type-97).

Type-98

A substituição do Type-95 foi prevista logo em 1937, mas embora o desenvolvimento do seu substituto o Type-98 tenha sido rápido, só em 1942 é que a viatura entrou na linha de montagem e mesmo assim a produção ficou por volta dos 100 exemplares.

O Type-98 tinha um motor mais potente e blindagem mais espessa, mas mantinha o mesmo armamento principal.

Type-4

Vários carros Type-95 receberam a torre armada com uma peça de 47mm idêntica à do tanque leve Type-97 e receberam a designação Type-4