Dados sobre países utilizadores:


Listar veículos do tipo
Viatura táctica Ligeira



Veículos idênticos ou relacionados:


Chevrolet WB30
Viatura táctica Ligeira

Chevrolet 1533X2
Viatura táctica Ligeira

 

Chevrolet WB30
Viatura táctica Ligeira (General Motors Canada)
Chevrolet WB30

Projeto: General Motors Canada
Canadá
Dimensões
Comprimento
Comprimento máximo
Largura
Altura
Altura máxima
6.58
n/disponivel
2.49m
1.8M
Peso vazio
Peso / combate
Cap. Carga
Reboque
1361kg
2.8t
1500Kg
N/disponivel
Motor / potência / capacidades
Motor
Potência
Vel. maxima
Terr. Irregular
Chevrolet 3.57L 6cyl
85cv
75 Km/h
30 Km/h
Tração
Tanque combustivel
Autonomia
Tripulação
Duas rodas motrizes
80 Litros
390Km
1+5
N/disponivel
0M
0.2M

Sistema de radar auxiliar:


Forum de discussão

O Chevrolet WB30 foi a primeira viatura de patrulha utilizada em grande quantidade para operações no deserto no norte de África. Ele era basicamente o «camião de tonelada e meia» civil da Chevrolet, fabricado no Canadá.

A viatura era basicamente derivada do modelo civil com pequenas modificações. Os primeiros Chevrolet WB são fáceis de reconhecer por causa da grelha frontal do motor com elementos verticais e também pelo guarda-lamas traseiro arredondado, mostrando claramente a sua origem civil.

Embora se tratasse de um modelo civil, o modelo WB mostrou ter características interessantes, de entre as quais se destacava a sua robustez e a força do seu motor, que facilitava o transporte de militares mas também de equipamentos de apoio, rações, água e combustíveis, tudo carregamentos vitais para operações a grande distância no deserto.

O Chevrolet WB, construido no Canadá para o mercado local, tinha o volante do lado esquerdo e não do lado direito como era normal nas viaturas britânicas.

Abaixo, um dos principais problemas enfrentados pelos veículos deste tipo. Um Chevrolet WB do modelo inicial, enterrado na areia do deserto:


Notas:
Motor: 216.5 Polegadas cúbicas.
Em 1940 foram feitas alterações a este tipo de motores, que passaram a possuir uma potência de 90cv.

O WB30 é provavelmente o mais raro de todos os veículos do tipo LRDG. Em 1984 um destes veículos (abaixo) foi encontrado no deserto da Líbia e parcialmente restaurado, estando hoje em exposição num museu na Grã Bretanha.






Informação genérica:
Desde o inicio de 1937, que o exército do Canadá tinha desenvolvido um projeto para adaptação da viatura civil Ford V8, no que ficou conhecido como CMPC ou Canadia Military Pattern Chassis.

Embora o desenvolvimento da viatura não foi considerado prioritário e o primeiro modelo foi apresentado para testes ainda no final desse ano.
Quando o protótipo ficou pronto, a especificação das forças armadas do Canadá tinha sido alterada e a tração deveria ser às quatro rodas e não apenas traseira.

Ford V8 de 1937: A versão base para o desenvolvimento dos veículos militares.
Embora já não cumprisse com a especificação, o modelo mostrou boas prestações, pelo que a viatura acabou sendo adotada como Canadian Military Pattern Chassis (ou chassis padrão das forças militares do Canadá).

As viaturas Chevrolet fabricadas no Canadá estiveram entre as mais conhecidas para este tipo de operações, quer na sua versão inicial «Chevrolet WB» ou na sua versão mais adaptada, conhecida como Chevrolet 1533X2, mais tarde conhecida como Chevrolet WA.

A variedade de modelos que se basearam no chassis standard fabricado no Canadá foi enorme. Modificações locais foram introduzidas na Austrália, na Nova Zelândia e até em instalações no Egito. Os modelos foram produzidos tanto pela Ford como pela General Motors (Chevrolet). No total, estima-se que mais de 900.000 veículos foram construidos em numerosas versões, mas baseados no mesmo conceito.
A cada dia, durante quase seis anos, mais de 400 viaturas saiam das fábricas numa das suas versões.


Além das viaturas de 1/2t e 1.5t também foram desenvolvidos outros veículos mais pesados com tração 4x4.

Os veículos fabricados no Canadá eram normalmente considerados como os melhores e mais resistentes de entre os vários veículos produzidos pelas nações aliadas.

Esta certificação de qualidade, foi dada pelos próprios alemães, que distinguiam as viaturas fabricadas no Canadá das fabricadas na Grã Bretanha.

Dos muitos veículos com base comum que foram desenvolvidos pelo Canadá, provavelmente os mais conhecidos são os da linha Chevrolet WB e WA, que foram utilizados na primeira fase da guerra no deserto para operações por detrás das linhas inimigas.

LRDG
Os Long Range Desert Groups, eram agrupamentos militares do exército da Grã Bretanha e países da Comonwealth, destinados a operações atrás das linhas inimigas.

Este tipo de formação militar relativamente irregular teve origem em estudos realizados pelos britânicos ainda durante a I guerra mundial entre 1915 e 1917, quando os britânicos sentiram a necessidade de desenvolver uma força motorizada rápida e extremamente movel que pudesse ser utilizada no deserto.

Em 1925 o Major Ralp Bagnold inicia a criação de um grupo de civis e militares interessados na exploração do deserto, com base na cidade do Cairo.

A primeira viatura utilizada por estes grupos foi o Ford-T americano, muito apreciado pela sua robustez e ligeireza, além da largura das suas rodas, especialmente adequadas para o deserto.

Quando a II guerra começou e a Itália declarou guerra à Grã Bretanha em Junho de 1940, o comandante do Major Bagnold, deu ordens para a criação de seis grupos de exploradores para operação no deserto, criando-se assim as LRPU «Long Range Patrol Units» ou unidades de patrulha de longo alcance, que mais tarde receberam a designação LRDG, ou grupos de longo alcance do deserto.

O principal meio de locomoção destas unidades na primeira fase vão ser versões modificadas de camiões militares, que por sua vez vão derivar de viaturas comerciais desenvolvidas para o mercado civil.

Estas viaturas recebiam pontos fixos onde podiam ser acopladas metralhadoras ligeira. As viaturas eram camufladas nas cores do deserto e por se tratar de viaturas com tração apenas nas rodas traseiras, transportavam calhas e esteiras para facilitar a remoçao do veículo caso ficasse atolado na areia.

São vários os veículos utilizados nesta função, e dividem-se em três grupos:


Pilot Car - Viatura de comando, com capacidade para transportar aproximadamente 750kg de carga:



Ford 01/15CWT
Um dos primeiros carros de comando dos grupos do deserto, estava classificado como viatura de meia tonelada ou 3/4 de tonelada pela Ford.

Chevrolet 1311x3 / 15CWT
Versão de viatura de comando mais pequena e equivalente ao Ford 01. Esta viatura foi substituida pelo JEEP logo que o LRDG começou a receber esse tipo de veículo

Bantaam / Jeep Willys
A última viatura do tipo e a mais adequada para a função. Com tração 4x4 e um consumo de 15.6 litros a cada 100km (6.4km/litro) ele tinha uma autonomia considerável embora tivesse um depósito de apenas 60 litros. O LRDG não teve prioridade para receber este tipo de viatura e só no final de 1942 começaram a ser recebidas em quantidade. Dadas as suas dimensões eles foram essencialmente utilizados como viaturas de comando


Patrol Truck - Utilizado para transporte de homens, mantimentos e combustível, era o principal veículo ao serviço destas forças especiais


Chevrolet WB / 30CWT
Versão modificada do veículo ligeiro/médio da Chevrolet WB

Ford F30 CMP / 30CWT
Este modelo, foi dos primeiros a ser entregue com tração às quatro rodas. Ele começou a substituir os primeiros Chevrolet WB. O consumo (40 litros a cada 100km, ou 2.5km/ litro) deste veículo era elevadíssimo o que o tornava pouco adequado para operações a longa distância.

Chevrolet 1533x2 / 30CWT
Construidos com base no camião Chevrolet YR de uma tonelada e meia, veio substituir o Chevrolet WB.
O consumo de quase 20.8 litros a cada 100km, ou 4.8km/litro embora elevado era inferior ao modelo da Ford.


Heavy section vehicles - Viaturas utilizadas para o transporte de equipamento pesado, que começou a ser utilizado a partir de 1941 / 1942.