Dados sobre países utilizadores:


Listar veículos do tipo
Veículo de Combate de Infantaria



Veículos idênticos ou relacionados:


ZSU-57-2
Sistema defesa antiaérea Curto/Médio alc.

Koksan (M1978 / M1989)
Artilharia Auto propulsada

Type-80 SPAAG
Sistema defesa antiaérea Curto/Médio alc.

Achzarit Mk.2
Veículo de Combate de Infantaria

BMP-55
Veículo de Combate de Infantaria

T-55 / BTR-T
Veículo de Combate de Infantaria

 

BMP-55
Veículo de Combate de Infantaria (Malyshev / Kharkiv locomotive factory)
BMP-55

Projeto: Malyshev / Kharkiv locomotive factory
Ucrania
Dimensões
Comprimento
Comprimento máximo
Largura
Altura
Altura máxima
6.2
n/disponivel
3.21m
1.95M
Peso vazio
Peso / combate
Cap. Carga
Reboque
28.5t
35t
N/disponivel
N/disponivel
Motor / potência / capacidades
Motor
Potência
Vel. maxima
Terr. Irregular
5TDF Diesel
700cv
70 Km/h
30 Km/h
Tração
Tanque combustivel
Autonomia
Tripulação
Lagartas
N/disponível
4500Km
3+10
32º
30º
1.5M
2.7M
0.7M

Sistema de radar auxiliar:


Forum de discussão

Quando na década de 1980, Israel utilizou muitos dos carros T-55 capturados para os transformar em viaturas blindadas de transporte de pessoal (Achzarit), rapidamente a solução recebeu o interesse de vários exércitos, ainda que não tivesse surgido a real necessidade deste tipo de viatura.

Com as alterações politicas a nível internacional e com a multiplicação de conflitos assimétricos de baixa e média intensidade, este tipo de viatura passou a ser considerado com mais interesse e várias empresas dedicaram-se a estudar a conversão de carros de combate pesados mais antigos.

Possuindo o necessário know-how as industrias militares da Ucrânia também desenvolveram a sua versão do carro de combate médio T-55 adaptado para utilização como viatura de infantaria.

No entanto, a modificação feita na Ucrânia é mais radical porquanto coloca o motor à frente e não atrás como no Achzarit de Israel.
Na verdade, todo o sistema de transmissão foi invertido, pelo que quase que se pode dizer que o BMP-55 anda permanentemente em marcha-à-ré.
Essa alteração é visivel, pois o tradicional espacejamento entre a primeira roda e as outras quatro, é agora entre a última roda e as outras quatro.

De qualquer forma, o resultado, é uma viatura com um espaço interior bastante maior. No modelo modificado em Israel, o motor fica na traseira e a saída dos militares faz-se por uma abertura relativamente reduzida, que só permite a passagem de um infante de cada vez, o que torna a evacuação do carro e a saída do grupo de combate mais demorada.

Naturalmente, o BMP-55 é uma modificação mais cara que outras que foram apresentadas no mercado para converter carros T-55 e dar-lhes uma nova vida, como é por exemplo o caso do BTR-T russo que fica muito mais barato, embora não tenha a mesma flexibilidade, possa transportar apenas 5 infantes em vez de 10.

Eventualmente por causa do custo, que pode atingir um milhão de dólares por veículo, o BMP-55 não recebeu encomendas.

Informação genérica:
O carro de combate médio T-55, produzido na União Soviética, foi fabricado em vários países. O grande número da chassis e o grande número de viaturas existentes, levou a que tendo como base o T-55, fossem desenvolvidos outros sistemas de armas.

O T-55 serviu assim de base a muitos tipos de viaturas, desde sistemas de defesa anti-aérea a sistemas de lançamento de mísseis.

São igualmente conhecidos sistemas de artilharia auto.propulsada com base no T-55.

Mais recentemente, depois da adaptação por Israel de vários T-55, convertidos em viaturas de combate de infantaria, o conceito tem sido apresentado por várias empresas.

Um sistema russo e outro ucraniano são os mais conhecidos, ainda que não exista notícia de que tenham sido adquiridos por nenhuma força militar no mundo.