Dados sobre países utilizadores:


Listar veículos do tipo
Carro de combate médio



Veículos idênticos ou relacionados:


T-44/85
Carro de combate médio

T-54
Carro de combate médio

T-55
Carro de combate médio

Type-59-II / WZ-120
Carro de combate médio

Type-62 / WZ-132
Carro de combate leve

Type-69 / WZ-121
Carro de combate médio

 

Type-69 / WZ-121
Carro de combate médio (Norinco)
Type-69 /  WZ-121

Projeto: Norinco
China popular
Dimensões
Comprimento
Comprimento máximo
Largura
Altura
Altura máxima
6.243
8.859m
3.298m
2.807M
Peso vazio
Peso / combate
Cap. Carga
Reboque
33t
36.7t
N/disponivel
N/disponivel
Motor / potência / capacidades
Motor
Potência
Vel. maxima
Terr. Irregular
12150L-7BW V12
580cv
50 Km/h
35 Km/h
Tração
Tanque combustivel
Autonomia
Tripulação
Lagartas
935 Litros
440Km
4
60º
40º
1.4M
2.7M
0.8M

Armamento básico
- 1 x 100mm D10 T25-L/53.5 (Calibre: 100mm - Alcance estimado de 0.5Km a 1.5Km)
Sistema de radar auxiliar:


Forum de discussão

O Type-69, é o resultado da primeira tentativa chinesa de produzir um carro de combate com modificações e características desenhadas pelos chineses e para as necessidades chinesas.

Com o azedar das relações entre a China e a União Soviética, os militares cineses rapidamente perceberam que os seus tanques derivados do T-55 soviético, estavam agora absolutamente ultrapassados.

O projecto teve origem em 1963 e em 1964 foi apresentado o primeiro Type-69.
Na prática, o Type-69, é uma cópia do carro soviético T-54, na qual todos os componentes passaram a ser fabricados na China.

Um novo canhão de 100mm de concepção chinesa foi inicialmente introduzido, mas as dificuldades do projecto aliadas ao problema da péssima qualidade do aço produzido nas fábricas chinesas afectou tremendamente a qualidade do armamento principal do carro de combate. A peça de 100mm que equipava inicialmente o Type-69 era muito inferior à peça original do T-54 russo. O canhão chinês tinha um desgaste elevadísismo e capacidade para disparar apenas 50 vezes até ter que ser substituido.

O canhão de 100mm de concepção chinesa foi rapidamente descontinuado e substituido novamente pelo canhão de 100mm idêntico ao do T-54.

Alegadamente os chineses terão também utilizado ideias que copiaram de um T-62 capturado aos sovieticos durante o conflito fronteiriço de 1969. Esta captura terá influido decididamente no desenvolvimento das séries seguintes do Type-69 e posteriormente de outros modelos chineses.

Como o seu antecessor Type-59, o Type-69 foi fabricado nas fábricas de Boutou, complexo 617, na Mongólia Interior.

Embora desenvolvido ao longo dos anos 60 e 70, ele apenas apareceu oficialmente em publico em 1982.

Outras versões e derivações:

-> O Type-69-I contava além do telemetro Laser, e o canhão era estabilizado, o que o tornava um tanque mais eficaz que o Type-59.

-> O Type-69-II é idêntico ao Type-69-I, com a adição de um novo sistema de controlo de tiro e o novo canhão estriado introduzido em 1981.

-> Uma terceira versão, conhecida como Type-69-III ou Type-79 foi igualmente produzida, sendo a sua principal característica a inclusão de um sistema de controlo de tiro da Marconi britânica, juntamente com o canhhão L-7 de calibre 105mm que a China copiou e também instalou no tanque . Type-59-II

Os Type-69 / Type-79 são exteriormente idênticos aos Type-59 e lembram o T-55.

O Type-69 é o último veículo copiado directamente do T-55 soviético. Os modelos seguintes, juntam características do Type-59 a um novo chassis e suspensão, que resultou no projecto Type-80

Informação genérica:
A família de veículos T-54 / T-55 / T-62 é uma família de carros de combate de origem soviética, inspirada originalmente no tanque T-34 e no tanque KV.

Quando no final da II Guerra Mundial a Alemanha colocou ao serviço carros de combate mais pesados, a União Soviética respondeu, equipando os seus caça-tanques com canhões de 100mm. As experiências com o tanque T-34/100 não tiveram sucesso, pelo que as experiências continuaram com o projecto que haveria de conduzir ao T-54 e T-55. Pode-se afirmar que a junção dos dois conceitos, de tanque pesado KV armado com uma canhão de 100mm por um lado e da suspensão do T-34, resultaram no T-54.

O T-54 não foi no entanto pensado para ser o carro de combate mais poderoso no exército soviético, que continuou na sua doutrina a dar grande importância aos carros de combate mais pesados, como foi o caso dos carros pesados IS-1 até ao T-10.

Na foto, O carro de combate T-54 original. Notar o diferente formato da torre.


O T-54 converteu-se posteriormente em T-55, que tem modificações mínimas ao nível da torre e do canhão principal.
Mais tarde, foi concebido o T-62, que é essencialmente um T-55 ligeiramente maior, que se distingue principalmente pelo canhão de 115mm, em substituição do canhão de 100mm que caracteriza o T-55.

O T-55 foi fabricado na antiga União Soviética, mas também foi fabricado na China, onde foi conhecido como Type-59 e na Roménia.

Na China o T-55 deo posteriormente origem a outros veículos derivados.

A partir dos anos 60 o T-55 começou a ser relegado para funções secundárias na Europa, sendo sucedido pelo T-62, ao mesmo tempo que as unidades mais modernas da URSS recebiam o tanque T-64 e posteriormente o T-72.

A quantidade de tanques T-55 ao serviço em variadíssimos exércitos do mundo levaram a que mesmo depois da a sua produção ter terminado várias empresas desenvolvessem modernizações e upgrades.

A mais conhecida modificação «semi-oficial» do tanque T-55, é conhecida como T-55AM2, mas várias outras versões e derivações mais modernas deste tanque são oferecidas ainda hoje por várias industrias militares desde a Eslovénia à Ucrânia.