Dados sobre países utilizadores:


Listar veículos do tipo
Carro de combate pesado



Veículos idênticos ou relacionados:


Type-99 (WZ-123)
Carro de combate pesado

 

Notícias relacionadas
Desfile militar comemora 60 anos da China

Type-99 (WZ-123)
Carro de combate pesado (Norinco)
Type-99 (WZ-123)

Projeto: Norinco
China popular
Dimensões
Comprimento
Comprimento máximo
Largura
Altura
Altura máxima
7.3
11.5m
2.3m
3.2M
Peso vazio
Peso / combate
Cap. Carga
Reboque
48t
52t
N/disponivel
N/disponivel
Motor / potência / capacidades
Motor
Potência
Vel. maxima
Terr. Irregular
MB 871 ka501
1500cv
80 Km/h
40 Km/h
Tração
Tanque combustivel
Autonomia
Tripulação
Lagartas
1500 Litros
500Km
4
60º
40º
1.4M
2.7M
0.8M

Armamento básico
- 1 x 125mm ZPT-98 L/50 (Calibre: 125mm - Alcance estimado de 2.5Km a 4.5Km)
Misseis / foguetes de artilharia
Sistema de radar auxiliar:

País: China popular
Designação Local:WZ-123 / Type99
Qtd: Máx:250 - Qtd. em serviço:250
Situação: Em serviço
Operacionalidade:
Embora as suas características não sejam completamente conhecidas, o Type 99, ou WZ-123, é de qualquer das formas o mais sofisticado tanque ao serviço do exército da China. Porém ele é também o mais caro.

Este carro de combate deve ficar restringido a unidades especiais de primeira linha, devendo o Type-96 mais pequeno e mais barato substituir o grande numero de tanques Type-59 que ainda se encontram ao serviço na China.


Forum de discussão

O Type 99 representa o maior desenvolvimento dos tanques chineses do tipo 98/99, e uma derivação dos carros da família «type-80».

Por terem uma origem idêntica, os Type-99 são bastante parecidos com os tanques russos da familia T-72, como o recente tanque T-80 russo, embora relativamente ao T-72, o tanque chinês seja quase meio metro mais comprido.

Exteriormente a principal característica exterior do Type-99 é a sua torre soldada, redesenhada (relativamente ao Type-85) que apresenta uma forma em cunha, o que implica um melhor perfil balístico, e melhor protecção fronta, e dá ao tanque um aspecto mais parecido com os tanques ocidentais, ao escapar à tradicional torre redonda dos tanques russos.

Porém, embora a torre soldada (com aspecto mais anguloso) do Type-99 faça o tanque ser mais parecido com os modelos ocidentais, no interior ele continua a ser um derivado do T-72 russo em muitos aspectos, entre os quais se destaca o sistema de suspensão.

Na parte frontal, nota-se que o Type-99 foi reforçado. Segundo informações não confirmadas pelos chineses por três camadas de blindagem, que podem atingir 700mm.

A principal diferença interior está no sistema de carregamento da arma, pois o Type-99 possui um sistema de carregamento manual. Por essa razão ele tem quatro tripulantes e não três como nos carros soviéticos.

Por causa da sua origem comum, e embora seja claro o esforço para aumentar a blindagem da torre, o Type-99 parece copiar o procedimento russo no que respeita à blindagem adicional dos T-80 eT-90, bem como a blindagem adicional dos T-72B. Esta aproximação ao problema, poderá indicar que o T-99 junta a uma blindagem mais espessa, módulos adicionais de bindagem reactiva, permitindo desta forma (em principio) uma maior eficiência perante carros de combate ocidentais, ao mesmo tempo que se superioriza aos carros de combate russos.

A China enfrenta problemas com o desenvolvimento local e capacidade de produção do motor deste carro de combate. Informações não confirmadas apontam uma produção entre três e quatro unidades por semana.

Type-99
Carro de combate Type-99, o mais moderno dos actuais tanques da China. O casco continua inspirado nos veículos russos, mas a torre é inspirada nos carros de combate ocidentais. Os carros desta série identificam-se pela distância entre as seis rodas. Os dois grupos de duas rodas exteriores estão juntos, as duas rodas centrais estão mais espaçadas
O aumento do peso do Type-99 tona o tanque demasiado pesado para o seu tamanho e a estrutura do casco não permite aumentar a largura das lagartas.
Este problema faz com que a China considere a utilização deste tanque apenas em casos especiais e para unidades especiais, porque os chineses parecem acreditar que o peso elevado do tanque o torna dificil de utilizar em grandes zonas da China, onde o solo é demasiado «mole» para carros com um peso elevado.

Se a blindagem é um problema, o sistema motriz de origem alemã torna o tanque extremamente rápido, embora ele seja o mais pesado tanque derivado da família T-72.
Algumas fontes afirmam que este carro de combate tem um peso máximo de até 52 toneladas.
São também feitas várias referências a características deste carro de combate que não foram confirmadas por nenhuma fonte internacional, pelo que os dados são na maioria dos casos especulativos. É no entanto claro que o Type-99 embora lembre os tanques russos, tem dimensões mais generosas, pelo menos no que respeita ao comprimento, o que se deve à necessidade de espaço para colocar um motor mais potente.

Em Novembro de 2008 foi anunciado o desenvolvimento do Type-99-A2 (Igualmente conhecido como Type-99G). No entanto não é clara a diferença entre este e o veículo anterior, sendo que aparentemente se trata da mesma viatura, com ligeiras modificações, nomeadamente no que respeita à configuração dos módulos de blindagem reativa explosiva, que podem modificar o perfil da torre e do veículo no seu conjunto.

O novo modelo tem um motor instalado transversalmente e com 1500cv de potência. Há uma nova transmissão, tanque de combustível e sistema de arrefecimento. Além disso, ele contará com um sistema de protecção activa em substituição dos sensores Laser do modelo anterior. Calcula-se que a protecção frontal do tanque seja equivalente a 1.000 a 1.200mm de espessura.



Informação genérica:
No final dos anos 90, as autoridades chinesas concluiram que os vários modelos de carro de combate em utilização no exército popular de libertação apresentavam deficiências graves perante os veículos ocidentais.

A grande maioria dos carros de combate chineses, eram derivadas tanto do T-62 como do T-72 soviéticos. O Type 96 era o mais desenvolvido desses modelos, mas tornava-se necessário um carro de combate de maiores dimensões.

Foi nessa altura decidido iniciar um programa de desenvolvimento de uma nova família de viaturas blindadas, destinadas a permitir à China manter alguma paridade com os veículos ocidentais e mesmo superar os seus equivalentes russos.

Surge dessa decisão o carro de combate Type-98.

O Type-98 não é especialmente revolucionário, pois parte da mesma estrutura base, chassis, transmissão e compartimento de motor.

O armamento também é equivalente ao anterior (peça de 125mm), mas a torre foi completamente redesenhada, abandonando a tradicional torre arredondada (fundida), substituida por uma torre constituida por peças soldadas, com um perfil balístico distinto, que faz o Type-98 parecer um cruzamento entre um tanque russo e um tanque europeu.

A dimensão dos novos carros de combate chineses, são o que mais salta à vista quando comparados com os carros de combate russos do tipo T-80 e T-72/T-90.