Navios deste tipo:

Aradu
Fragata
Almirante Brown
Contra torpedeiro
Espora
Corveta
Yavuz
Fragata
Vasco da Gama
Fragata
Barbaros
Fragata
Amatola
Fragata

Listar navios do tipo
Fragata


Turquia
Fragata classe
Barbaros
(tipo MEKO)
MEKO

Dados principais Motores
Deslocamento standard: 3100 Ton
Deslocamento máx. : 3380 Ton.
Tipo de propulsão: CODOG - Turbina a gás ou motor a Diesel
Comprimento: 118 M - Largura: 14.5M
Calado: 6.4 M.
2 x Motor a Diesel MTU 16V 1163 TB83 (11780cv/hp)
2 x Turbina a Gás General Electric LM2500 (60000cv/hp)
Tripulação / Guarnição: 196 Autonomia: 7400Km a 18 nós - Nr. Eixos: 2 - Velocidade Máxima: 32 nós

Canhões / armamento principal
1 x FMC-United Defense / BAE Systems 127mm L/56 Mk.45 Mod2 (Calibre: 127mm/Alcance: 23Km)
3 x Oerlikon 25mm GMB-B1Z «Sea Zenith» (Calibre: 25mm/Alcance: 2Km)

Misseis
Sistema de lançamento Mk-41ESSM - RIM-162B32 x Raytheon Systems ESSM - RIM-162B (Defesa Anti-Aérea)
Sistema de lançamento Mk.141Harpoon RGM 84D8 x Boeing Harpoon RGM 84D (Anti-navio)

Torpedos

Radares
- ALENIA-Marconi AWS-6 «Dolphin» (Combinado Aerea/superficie - Al.med: 142Km)
- Thales Nederland STIR-180 (Director de tiro - Al.med: 97Km)
- Plessey AWS-9 / T-996 (Pesquisa aérea - Al.med: 82Km)

Outros sistemas electrónicos
- Thales Nederland STACOS Mk.II (Sistema de gestão de dados combate)
- Argon - ST AN/SLQ-25 (Engodo anti-torpedo)
- EADS Mk 36 SRBOC (Contramedidas electronicas)


Forum de discussão

Embora a marinha da Turquia possua oito navios baseados no conceito MEKO-200, os dois navios dividem-se claramente em duas classes que têm diferenças claras entre si.

A classe Barbaros, representa o segundo lote de navios do tipo Meko comprados pela Turquia. Os navios têm um deslocamento maior e os últimos dois navios da série, destacam-se por possuir um sistema de lançamento vertical de mísseis de defesa antia-aérea, tendo portanto capacidade para lançar mísseis ESSM, em vez dos mais comuns Sea-Sparrow.

Estes quatro navios podem dividir-se em duas séries. Os primeiros dois são uma espécie de transição entre a anterior classe Yavuz e os últimos dois, que não só têm novos motores e sistemas electrónicos, bem como armamento e sistemas de controlo de tiro mais modernos.

A primeira série é conhecida como MEKO 200 TN II-A tem um equipamento anti-aéreo equivalente ao das quatro fragatas do tipo Yavuz, ou seja, lançadores do tipo Aspide e mísseis Sea-Sparrow, embora já tenham um sistema de propulsão CODOG.
A segunda série, conhecida como MEKO 200 TN IIB, pode identificar-se com facilidade, pois têm uma proa mais alta e com melhores características oceânicas, que lembram a classe Anzac australiana. Além disso, elas também diferem por não terem o lançador Mk-29 a meia-nau.

Os dados mostrados nesta ficha técnica, dizem respeito aos dois últimos navios da classe, a F 246 Salihreis e F 247 Kemalreis. Quanto aos outros dois navios está em curso o processo de aquisição dos lançadores Mk-41 e dos controladores de tiro, que vão permitir uniformizar toda a classe.


Informação genérica:
Os navios da classe ou tipo MEKO são navios «modulares» que foram desenhados seguindo a ideia de que os navios da classe teriam todos a mesma estrutura e igualmente a possibilidade de lhes adicionar módulos segundo as características requeridas pelos clientes.

O projecto MEKO, divide-se por sua vez em várias séries,

MEKO-200 - A série de navios mais numerosa

MEKO-360 - A primeira série de navios, construidos para a marinha da Nigueria (1 unidade ) e da Argentina (4 unidades).

MEKO-140 - Considerados pelos estaleiros alemães como fragatas, estes navios foram construidos na Argentina (6 unidades) e são classificados como corvetas naquele país.

Embora seja um projecto dos anos 80, o conceito evoluiu e adaptou-se, tendo sido lançados novas séries, com o objectivo de acompanhar o evoluir da tecnologia e dos conceitos de construção naval.

O mais recente navio do tipo MEKO, é a fragata sul africana Amatola do tipo MEKO-A200


   
---