Navios deste tipo:

Eilat (1955)
Contra torpedeiro

Listar navios do tipo
Contra torpedeiro

Acontecimentos relacionados
Afundamento do Eilat



Israel
Contra torpedeiro classe
Eilat (1955)
(tipo Z / W class)
Z / W class

Dados principais Motores
Deslocamento standard: 1830 Ton
Deslocamento máx. : 2530 Ton.
Tipo de propulsão: Turbina a vapor
Comprimento: 110.6 M - Largura: 10.9M
Calado: 3 M.
2 x Caldeiras (oleo) Admiralty (0)
2 x Turbinas acopladas Parsons (40000cv/hp)
Tripulação / Guarnição: 179 Autonomia: 8500Km a 20 nós - Nr. Eixos: 2 - Velocidade Máxima: 34 nós

Canhões / armamento principal
4 x Vickers Defence 114mm Mk 5 UK (M.1942) (Calibre: 114mm/Alcance: 19.97Km)
6 x Bofors / BAE Systems 40mm /L60 Mod Mk.V Mod 1944 (1x) (Calibre: 40mm/Alcance: 7.2Km)


Forum de discussão

O contra-torpedeiro Eilat, foi um navio de construção britânica (classe Z) construido como navio de escolta com capacidade anti-submarina, com o objectivo de destruir a ameaça submarina alemã durante a II Guerra Mundial.

O navio, o antigo «HMS Zealous» foi recebido em 1955, e fez parte de um fornecimento de duas unidades retiradas de serviço na Royal Navy. Curiosamente, ao mesmo tempo que forneceu dois navios a Israel, os britâncos forneceram também dois navios idênticos ao Egipto.

Os navios estavam equipados com radares e directores de tiro relativamente sofisticados para os anos 40 e cada uma das armas (114mm e 40mm) tinha o seu próprio director de tiro.


A importância específica do Eilat, está directamente relacionada com o facto de ele ter sido o primeiro navio da História Naval, a ser afundado em situação real de combate por um míssil anti-navio.
Informação genérica:

Os contra-torpedeiros da classe Z e da classe W, constituem uma classe única de navios, com diferenças relativamente reduzidas entre si, que foi colocada ao serviço durante a II Guerra Mundial.

Trata-se de navios construidos entre 1943 e 1944 essencialmente com a função de escoltar os navios nas rotas de e para a Grã Bretanha, que eram atacados por submarinos alemães.

Estes navios navios eram por sua vez derivados da classe «C». A principal diferença entre a série W e a série Z eram os canhões que tinham um calibre de 119mm na série W e de 114mm na série Z.

Aproveitando a sua potência e velocidade máxima, alguns destes navios foram convertidos segundo um plano britânico, destinado a aproveitar parte do grande numero de cascos construidos durante a II Guerra Mundial, para operações anti-submarinas. O último navio do tipo foi retirado de serviço em 1971

Outros navios foram cedidos a outras marinhas, como foi o caso de Israel e do Egipto.


   
---