Listar navios do tipo
Couraçado rápido

Acontecimentos relacionados
Ataque a Taranto



Italia
Couraçado rápido classe
Littorio

Dados principais Motores
Deslocamento standard: 42316 Ton
Deslocamento máx. : 46212 Ton.
Tipo de propulsão: Turbina a vapor
Comprimento: 237.8 M - Largura: 32.9M
Calado: 10.5 M.
6 x Caldeiras de alta pressão Yarrow (0)
6 x Turbina a vapor Beluzzo / Parsons type (130000cv/hp)
Tripulação / Guarnição: 1885 Autonomia: 8200Km a 16 nós - Nr. Eixos: 4 - Velocidade Máxima: 30 nós

Canhões / armamento principal
9 x Ansaldo 381mm L/50 M.1934 (i) (Calibre: 381mm/Alcance: 42Km)


Forum de discussão

Os couraçados da classe Littorio foram os primeiros couraçados europeus lançados com um limite de deslocamento superior ao permitido pelo Tratado de Washington e os primeiros navios europeus com canhões de calibre 381mm construidos depois da I Guerra Mundial.

Os navios italianos, cuja construção teve inicio em 1934 foram uma resposta à construção pela França dos dois couraçados da classe Dunkerque. Em 1938, dois outros navios foram lançados, seguindo o mesmo padrão.

Considerando que as empresas italianas teriam dificuldade na fundição de canhões de 406mm (16 polegadas), foi decidido que os navios teriam canhões de 381m (15 polegadas), distribuidos por três torres triplas.

A utilização de aeronaves a bordo dos navios foi tida em consideração e por essa razão a torre à ré, foi colocada numa posição elevada, para facilitar a operação de aeronaves. Os projectistas italianos, também optaram por manter um armamento secundário, especificamente dedicado a atacar outros navios, incluindo armamento antiaéreo separado.

Por isso foram instaladas quatro torres triplas de 152mm, juntamente com 12 canhões anti-aéreos de 90mm, além de vários canhões de 37mm e 20mm.

Os Littorio receberam dois níveis de blindagem contra projecteis lançados de grande distância, em que o primeiro nível de blindagem devia provocar a explosão do projectil, enquanto que o segundo nível destinava-se a impedir a perfuração do navio. Esta configuração foi claramente influenciada pelos projectistas norte-americanos.

Os navios da classe Littorio eram os mais rápidos couraçados europeus. Apenas o Hood da marinha britânica podia atingir a mesma velocidade, mas o Hood era um cruzador de batalha com protecção relativamente deficiente.

A construção dos navios foi relativamente lenta e só quando a Itália já tinha entrado na guerra em 1940 é que o primeiro navio ficou pronto, em Agosto.
O Littorio e o Vittorio Veneto foram utilizados em vários recontros contra navios britânicos no Mediterrâneo, mas falharam conseguir acertar em qualquer navio.

O Littorio estava em Taranto, quando em Novembro de 1940 a esquadra italiana foi atacada por aviões Swordfish, lançados pelo porta-aviões Illustrious. O Littorio foi atingido por três torpedos e a proa afundou. O navio foi recuperado e rebocado para Nápoles onde foi reparado, voltando ao serviço em Agosto de 1941.

Enquanto o Littorio estava em reparações, o Vitorio Veneto participou juntamente com vários cruzadores pesados italianos em Março de 1941 numa batalha contra os couraçados britânicos Warspite, Barham e Valiant e pelo porta-aviões Formidable.
O navio foi atingido por aviões do Formidable em dois ataques, embora o seu sistema de controlo de avarias tenha impedido a sua perda.

De meados de 1941 ao inicio de 1942 os dois navios estiveram ao serviço participando em ataques a comboios britânicos.

O terceiro navio da classe o «Roma» foi afundado pelos alemães, utilizando bombas radiodirigidas ainda antes de ter entrado ao serviço, quando estava a ser rebocado para um porto aliado em Setembro de 1943.

Em 28 de Junho de 2012 foi anunciado que o destroço afundado do couraçado Roma tinha sido encontrado a 16 milhas marítimas da costa da Sardenha a 1000m de profundidade.


Informação genérica:


   
---