Navios deste tipo:

Canada
Couraçado «Super-Dreadnought»
Alm. Latorre
Couraçado «Super-Dreadnought»
Eagle
Porta aviões

Listar navios do tipo
Porta aviões


Reino Unido
Porta aviões classe
Eagle
(tipo Latorre)
Latorre

Dados principais Motores
Deslocamento standard: 22200 Ton
Deslocamento máx. : 27229 Ton.
Tipo de propulsão: Turbinas acopladas
Comprimento: 203.4 M - Largura: 28M
Calado: 7.3 M.
32 x Caldeiras (carvão) Yarrow (0)
4 x Turbinas acopladas Parsons (55000cv/hp)
Tripulação / Guarnição: 1087 Autonomia: 7200Km a 18 nós - Nr. Eixos: 4 - Velocidade Máxima: 24 nós

Aeronaves embarcadas
- 18 x Fairey Swordfish


Forum de discussão

O porta-aviões Eagle, tinha sido inicialmente encomendado como couraçado para a marinha chilena, mas a sua construção foi interrompida com o inicio da I Guerra Mundial e só em 1917 os britânicos acordaram com os chilenos a transferência do navio para a Royal Navy.

Inicialmente pensou-se utilizar o Eagle como transporte de hidroaviões, mas como se tornara claro que o navio nunca estaria pronto antes do final da guerra, decidiu-se prosseguir com uma reconversão mais lenta para porta-aviões de ataque, um conceito completamente novo para a época. O navio ficou pronto em 20 de Fevereiro de 1924.

O navio tinha a curiosa característica de ter os seus instrumentos e maquinarias em lingua castelhana e as suas medidas segundo o sistema métrico.

Quando a guerra começou em 1939 o navio estava baseado em Singapura. Ele participou na caça ao couraçado de bolso «Graff Spee» e voltou posteriormente a Singapura por causa de uma explosão interna no compartimento de bombas em Março de 1940.

O navio foi enviado para o Mediterrâneo em Maio de 1940 e os seus aviões participaram em ataques a navios que abasteciam Tobruk, afundando o contratorpedeiro italiano Zeffiro.

Embora estivesse prevista a participação do Eagle no ataque à base naval italiana de Taranto, o navio não estava operacional, pelo que cinco dos seus aviões foram transferidos para o Illustrious de onde partiu o ataque. O navio foi enviado para a costa oriental de África e depois para o Atlântico Sul durante 1941.

O navio voltou ao Mediterrâneo no inicio de 1942 e participou numa operação desesperada de abastecimento à ilha de Malta, cercada por italianos e alemães.
O Eagle foi afundado no Mediterrâneo em 11 de Agosto de 1942, na sequência de um ataque por parte do submarino alemão U-73 que atingiu o navio com quatro torpedos. No ataque perderam a vida 160 elementos da tripulação, tendo-se salvo 927.

Na altura a ala aérea do Eagle estava equipada com 20 Sea-Hurricane.


Informação genérica:
Classe de navios construida na Grã Bretanha, mas inicialmente destinada ao Chile.

A necessidade britânica de navios que se seguiu ao inicio da primeira guerra mundial levou a que os dois navios destinados à marinha chilena fossem requisitados para a marinha britânica.

Os dois navios, Almirante Latoprre e Almirante Cochrane serviram durante a I guerra como «HMS Canada» e «HMS Eagle».

Dos dois navios construidos para o Chile, apenas o «Canada» foi para o estaleiro depois da guerra para ser entregue em estado novo ao Chile como Almirante Laatorre, mas o segundo navio não chegou a ser entregue e foi convertido em Porta-aviões para a marinha britânica.


   
---