Navios deste tipo:

San Giorgio
LPD - Plataforma aterragem/Doca
Kalaat Beni-Abbes
LPD - Plataforma aterragem/Doca

Listar navios do tipo
LPD - Plataforma aterragem/Doca


Italia
LPD - Plataforma aterragem/Doca classe
San Giorgio
(tipo San Giorgio)
San Giorgio

Dados principais Motores
Deslocamento standard: 6687 Ton
Deslocamento máx. : 7960 Ton.
Tipo de propulsão: Motor a Diesel
Comprimento: 137 M - Largura: 20.5M
Calado: 5.3 M.
2 x Motor a Diesel GMT A 420.12 (16800cv/hp)
Tripulação / Guarnição: 168 Autonomia: 14000Km a 16 nós - Nr. Eixos: 2 - Velocidade Máxima: 21 nós

Canhões / armamento principal
1 x Oto-Melara 76mm Super Rapid / Compact (Calibre: 76mm/Alcance: 16Km)

Radares
- SELEX Sistemi RTN-10X / SPG-70 (Director de tiro - Al.med: 24Km)


Forum de discussão

Os navios da classe San Giorgio foram encomendados em 1984, com uma das três unidades financiada pelo ministério do interior e equipada especialmente para apoio a populações em caso de catástrofes.
Embora sejam considerados navios pertencentes à mesma classe, compartilhem o mesmo sistema motriz e estrutura geral, os navios da classe San Giorgio foram submetidos a várias modificações e são na práticasão todos diferentes entre si.

O San Giorgio e o San Marco foram objecto de uma modificação muito significativa, com a proa completamente alterada, a torre Otomelara de 76mm removida e a área aproveitada para extender a coberta.
A modificação no San Giusto foi menos extensa e o navio mantém uma configuração parecida com a original, com um comprimento máximo de 133,3m.

O San Marco, pertence ao serviço de Protecção Civil embora seja operado pela marinha italiana. Ele tem a maior instalação médica e hospitalar dos três, possuindo maior numero de camas e capacidade para a reallização de intervenções médicas de emergência.

O San Giusto, mantem a configuração inicial. Ele foi o último navio do tipo a ser construido e já não dispunha da porta de proa que foi removida nos outros navios do tipo. Por essa razão também se manteve a peça de 76mm, adequada para apoio ou defesa num desembarque.


O LPD San Giusto: Dos três navios, é o único que mantém a configuração inicial. Por ser relativamente recente não se considerou a necessidade de modernização.


Informação genérica:


O primeiro navio do tipo a ser encomendado foi o San Giorgio, em 26/Nov/1983 a que se seguiu a encomenda do San Marco em 5 de Março de 1984.

Estes navios estiveram entre os primeiros LPD europeus e foram uma forma de conjugar um custo relativamente reduzido com um casco eficiente.

A Itália configurou um dos navios para permitir a sua utilização em operações de salvamento para apoio a populações civis em zonas sinistradas.

Um terceiro navio foi posteriormente encomendado em 1 de Março de 1991.

Em 2012, os estaleiros italianos assinaram um contrato com a marinha da Argelia para a construção de um quarto navio do tipo,.


   
---