Navios deste tipo:

Delhi
Contra torpedeiro
Kolkata
Contra torpedeiro de defesa aérea

Listar navios do tipo
Contra torpedeiro


India
Contra torpedeiro classe
Delhi
(tipo Delhi / Kolkata)
Delhi / Kolkata

Dados principais Motores
Deslocamento standard: 5900 Ton
Deslocamento máx. : 6700 Ton.
Tipo de propulsão: Turbina a Gás
Comprimento: 163 M - Largura: 17M
Calado: 6.5 M.
4 x Turbina a Gás Zorya/Mashprockt DT-59 (82820cv/hp)
Tripulação / Guarnição: 360 Autonomia: 7000Km a 18 nós - Nr. Eixos: 2 - Velocidade Máxima: 32 nós

Canhões / armamento principal
2 x Soviet State Factories RBU-6000 (Calibre: 213mm/Alcance: 4.3Km)
1 x Soviet State Factories 100mm L/70 «AK-100» (Calibre: 100mm/Alcance: 21Km)
4 x Vympel 30mm AK-630 (Calibre: 30mm/Alcance: 4Km)

Misseis
Sistema de lançamento Barak-VLS (8)Barak-I16 x RAFAEL - A.D.A. Barak-I (Defesa antiaérea próxima)
Sistema de lançamento N/DSS-N-25 / Kh-35 «Uran»16 x Soviet State Factories SS-N-25 / Kh-35 «Uran» (Anti-navio)
Sistema de lançamento SA-N-7 «Gadfly» / 3S90 launcher9M38 / HQ-16  «SA-N-7»4 x Novator 9M38 / HQ-16 «SA-N-7» (Defesa Anti-Aérea)

Radares
- Thales Nederland LW-08 (Pesquisa aérea - Al.med: 162Km)


Forum de discussão

Os contra-torpedeiros da class Delhi são navios construidos na Índia e o seu projecto é um hibrido adaptado às necessidades indianas, na qual colaboraram projectistas russos dos estaleiros Severnoye.
O primeiro dos navios foram encomendados em 1986, mas o colapso da União Soviética e a dissolução da estrutura da industria soviética de construção naval levaram praticamente à paragem do projecto que era conhecido como A-15.

A origem ou inspiração russa do projecto é bastante aparente nas linhas do navio, com a sua proa esguia e pronunciada. A classe parece ser derivada da classe «Kashin», daclasse de contratorpedeiros «Sovremeny» e ainda com características importadas do desenvolvimento das fragatas «Godavari».

Como ocorre com vários navios indianos, os sensores são um mistura de equipamentos russos com equipamentos ocidentais. Os navios têm instalações de comando e controlo.

Além dos três navios iniciais, foi encomendado um quarto em 2003, com mais duas unidades encomendadas de seguida.

Modernização
O primeiro navio da classe viu os canhões de origem russa AK-630 serem substituidos por lançadores verticais com mísseis BARAK-I.

O segundo lote de três navios será construido segundo os padrões previstos para a modernização. Aparentemente existe a intenção de considerar o segundo lote de navios como uma classe separada, designada clasa «Kolkota».
Está prevista a instalação do míssil russo-indiano «Brhamos» e o deslocamento máximo dos navios desta segunda série será de aproximadamente 6800 toneladas.
Em termos de mísseis anti-aéreos também está prevista a utilização de mísseis BARAK-II, construidos em cooperação com a industria de Israel em substituição do sistema SA-N-7 russo.



Informação genérica:
A classe Delhi, é uma classe de navios da União Indiana, derivada dos navios soviéticos da classe Kashin, e incluindo várias características encontradas em navios ocidentais e em outros navios da marinha da India.

Quando foram construidos os Delhi foram os maiores navios de guerra construidos na India.

Por razões de patriotismo, os indianos normalmente ignoram as origens soviéticas dos navios, mas é inegável a origem do projeto.

No entanto, como é comum em muitos outros sistemas de armas, a India normalmente incorpora novos sistemas electrónicos, muitas vezes de concepção local, adaptados de sistemas ocidentais, ou sistemas de origem europeia nos seus navios.

Mais recentemente, a India tem recorrido a Israel como fonte, nomeadamente para radares e mísseis anti-aéreos.

Projeto 15A - Kolkata


   
---