Navios deste tipo:

Spruance
Contra torpedeiro
Kidd
Contra torpedeiro
Keelung
Contra torpedeiro

Listar navios do tipo
Contra torpedeiro


Estados Unidos da América
Contra torpedeiro classe
Spruance
(tipo Spruance-Kidd)
Spruance-Kidd

Dados principais Motores
Deslocamento standard: 5770 Ton
Deslocamento máx. : 8040 Ton.
Tipo de propulsão: Turbina a Gás
Comprimento: 171.7 M - Largura: 16.8M
Calado: 8.8 M.
4 x Turbina a Gás General Electric LM-2500 (40000cv/hp)
Tripulação / Guarnição: 339 Autonomia: 11000Km a 20 nós - Nr. Eixos: 2 - Velocidade Máxima: 30 nós

Canhões / armamento principal
2 x FMC-United Defense / BAE Systems 127mm L/56 Mk.45 Mod2 (Calibre: 127mm/Alcance: 23Km)
2 x Raytheon Systems 20mm Phalanx Mk15 Block 1 (Calibre: 20mm/Alcance: 2.3Km)

Misseis
Sistema de lançamento Mk.141Harpoon RGM 84D8 x Boeing Harpoon RGM 84D (Anti-navio)
Sistema de lançamento MK-116 ASROC launcherRUR-5A «ASROC»8 x Honneywell RUR-5A «ASROC» (Anti-navio)

Torpedos

Radares
- Northrop-Grumman/Westinghouse AN/SPS-40E (Pesquisa aérea - Al.med: 196Km)
- Raytheon Systems AN/SPS-55 (Combinado Aerea/superficie - Al.med: 37Km)

Sonares
- General Electric AN/SQS-53 / Pesquisa activa/ataque


Forum de discussão

Quando lançados em 1975 os Spruance foram vistos como um enorme gasto de dinheiro. Eles estavam apenas armados com mísseis Harpoon e com torpedos anti-submarinos.

Os primeiros oito navios nem sequer estavam equipados com sistemas de lançamento de mísseis anti-aéreos Sea-Sparrow (que foram instalados apenas a partir do David R.Ray)

Programa de modernização

Com o inicio da entrada ao serviço dos novos cruzadores e contra-torpedeiros AEGIS, foi necessário que os Spruance fossem modernizados, nomeadamente no que respeitava aos sistemas de armamento.

Porque foram concebidos desde o inicio para incorporar novos sistemas, os navios foram sendo modificados, à medida em que novos sistemas íam sendo desenvolvidos, tendo os últimos navios características e sistemas de armas bastante diferentes dos primeiros.

As primeiras modificações foram a inclusão do sistema de lançamento de mísseis anti-aéreos Mk-32 (para mísseis de curto alcance Sea Sparrow). A partir do DD-971 (David R.Ray) este sistema passou a ser incluido durante a construção.

A partir do DD-974 Comte de Grasse, passaram a ser instalados sistemas de lançamento para mísseis Tomahawk, e com capacidade para o lançamento dos ASROC.

Na imagem acima, o contra torpedeiro David Ray, um dos que foi submetido a um processo de modernização, com a instalação de um sistema VLS.


Informação genérica:
Os navios contra-torpedeiros do tipo Spruance encontram-se entre aqueles que atrairam maior controversia durante o periodo do seu lançamento, e estiveram envolvidos numa polémica que também afectou outros navios norte-americanos por estarem aparentemente sub armados.

Esta classe de navios divide-se no tipo «Spruance» que começou a ser entregue à marinha dos Estados Unidos e o tipo «Kidd», uma derivação mais sofisticada da qual apenas quatro navios que foram inicialmente construidos para a marinha iraniana.

Todos os navios foram encomendados ao mesmo estaleiro, com o objectivo de reduzir ao mínimo os custos, mas mesmo assim houve varias acusações de favorecimento.
O facto de os navios mostrarem quase nenhum armamento do exterior, levou a que a opinião pública mais uma vez criticasse o alto custo dos navios.
Na verdade os principais sistemas dos contra-torpedeiros Spruance estavam ocultos, tendo posteriormente sido modernizados e os sistemas de armas acrescentados.

Classe Kidd
Com base nos contratorpedeiros Spruance os estaleiros americanos receberam em 1974 uma encomenda para quatro navios, que deveriam ser entregues à marinha iraniana, que era na altura o principal aliado dos Estados Unidos no Golfo Pérsico.

Baseados nos Spruance, os Kidd, tinham melhores capacidades para defesa anti-aérea e eram em geral superiores aos seus congeneres norte-americanos.
A chegada ao poder do regime islâmico levou ao cancelamento das encomendas e os quatro navios foram posteriormene integrados na marinha dos Estados Unidos.

Classe Keelung
Após vários anos ao serviço da marinha dos Estados Unidos, os navios da classe Kidd foram vendidos para Taiwan depois do ano 2000. Embora mantenham as mesmas características básicas eles foram modificados com novo software de gestão de combate e segundo tudo indica receberam mísseis anti-navio de concepção local.


   
---