Listar navios do tipo
Porta aviões


India
Porta aviões classe
Vikrant II

Dados principais Motores
Deslocamento standard: 34000 Ton
Deslocamento máx. : 40000 Ton.
Tipo de propulsão: Turbina a Gás
Comprimento: 260 M - Largura: 58M
Calado: 8.4 M.
4 x Turbina a Gás LM-2500 (80000cv/hp)
Tripulação / Guarnição: 1200 Autonomia: 18000Km a 18 nós - Nr. Eixos: 2 - Velocidade Máxima: 28 nós

Aeronaves embarcadas


Forum de discussão

Trata-se do primeiro porta-aviões construído por um país fora do eixo Japão-Rússia-Europa-Estados Unidos, e deverá representar uma afirmação clara da Índia no que respeita ao controlo do Oceano Indico, especialmente perante o que a Índia considera ser o seu principal rival, a China, país que também tem planos para a construção de porta-aviões. A entrega do navio está prevista para 2014.

Com um deslocamento máximo na casa das 40.000 toneladas o navio ficará próximo do porta-aviões francês Charles De Gaulle, embora a sua propulsão seja convencional, estando prevista a utilização de quatro turbinas a gás LM-2500 como principal força propulsora, além de sistemas adicionais a Diesel.

Segundo o projecto indiano, o navio deverá ter capacidade para operar com até 30 aeronaves, entre as quais se contam caças do tipo MiG-29K (versão naval do MiG-29 de origem soviética) juntamente com helicópteros para luta anti-submarina Kamov Ka-31 (derivados do Ka-28).

Não está prevista a inclusão de catapultas, o que tornará a construção do navio mais económica. A desvantagem da não utilização de catapultas para colocar as aeronaves no ar mais rapidamente é o menor numero de descolagens permitidas por minuto, porque é necessário utilizar uma maior área da coberta para que as aeronaves possam descolar pelos seus próprios meios, com o apoio da rampa Ski-jump que será incorporada de raiz no navio.

O convés do navio foi estudado e será sem duvida adaptado à medida que a construção for tomando forma, para garantir a maior rentabilidade do espaço disponível, evitando que as operações de transporte dos aviões entre os hangares e o convés atrapalhe as operações.

Para o efeito os dois elevadores do navio estarão colocados a estibordo (lado direito do navio).


Informação genérica:


   
---