Navios deste tipo:

Fiji
Cruzador ligeiro
Mysore (1957)
Cruzador ligeiro

Listar navios do tipo
Cruzador ligeiro


Reino Unido
Cruzador ligeiro classe
Fiji
(tipo Fiji / Colonial)
Fiji / Colonial

Dados principais Motores
Deslocamento standard: 8530 Ton
Deslocamento máx. : 10450 Ton.
Tipo de propulsão: Turbina a vapor
Comprimento: 169.31 M - Largura: 18.9M
Calado: 6.04 M.
4 x Caldeiras (oleo) Admiralty ()
4 x Turbinas acopladas Parsons (72500cv/hp)
Tripulação / Guarnição: 730 Autonomia: 0Km a 0 nós - Nr. Eixos: 2 - Velocidade Máxima: 31.5 nós

Canhões / armamento principal
12 x Vickers Defence 152mm /50 MK.XXIII (UK) (Calibre: 152mm/Alcance: 23.3Km)
8 x Armstrong 102mm L/45 UK Mk.XVI Mod. 1934 (Calibre: 102mm/Alcance: 18.15Km)


Forum de discussão

Lançados entre 1938 e 1938 os cruzadores ligeiros da classe Fiji, estavam entre os navios mais importantes da Grã Bretanha durante a II guerra mundial, de entre as unidades secundárias.
A construção dos navios sofreu vários atrasos, por causa da prioridade que era dada à construção de contratorpedeiros e por isso eles foram entregues à Royal Navy entre 1940 (o HMS Fiji demorou dois anos a ser construido) e 1943 (o último navio, o HMS Ceylon demorou mais de três anos para ser construido).

A protecção dos navios era adequada para navios que não deveriam enfrentar cruzadores pesados ou couraçados e o numero de peças de 6 polegadas (152mm) era de 12, acomodadas em quatro torres triplas.

Embora tivessem sido construidos com catapultas para o lançamento de aeronaves de observação de tiro, o advento dos radares acabou por tornar esse recurso redundante e os os navios viram as catapultas ser removidas ainda antes do final da II guerra.
O primeiro navio da classe, foi atingido por um torpedo quatro meses após ter entrado ao serviço. O navio foi recuperado e foi afundado no ano seguinte por um ataque de aeronaves.
Menor sorte teve o Trinidad, que foi entregue em Outubro de 1941 e afundado em Maio do ano seguinte também por aviões alemães, enquanto voltava da União Soviética após ter escoltado um combóio de navios.



Nota:
A experiência da guerra no mar, levou a que os três últimos navios da classe, ( Ceylon, Newfoundland e Uganda ) vissem removida uma das suas torres principais de 152mm, contando portanto com apenas 9 peças daquele calibre. Em contrapartida, estavam armados com 12 canhões de 2 libras «pom pom», estando melhor preparados para a defesa anti-aérea.

Acima o HMS Newfoundland em 1957. Notar que apenas possui uma torre à ré

Várias outras modificações específicas de cada navio foram igualmente efectuadas, com a remoção das pelas pom-pom e a sua substituição por canhão anti-aéreos Bofors de 40mm.
Informação genérica:
Os navios da classe Fiji (também conhecidos como classe Colonial, porque todos os navios foram baptizados com o nome de colónias britânicas) foram lançados no final dos anos 30.

Constituiram uma tentativa bem sucedida, de acomodar a bateria principal de 12 peças de 152mm numa plataforma com um deslocamento inferior ao de navios anteriores.

Dois dos navios foram afundados durante a guerra. Três deles foram vendidos para marinhas estrangeiras.
O Nigeria foi vendido à India em 1957 e renomeado Mysore.

O Ceylon e o Newfoundland foram vendidos ao Peru em 1959 e renomeados respectivamente Coronel Bolognesi e Almirante Grau.


   
---