Navios deste tipo:

Alfa
Submarino nuclear de ataque
Charlie
Submarino nuclear / mísseis de cruzeiro
Victor I / II
Submarino nuclear de ataque
Victor III
Submarino nuclear / mísseis de cruzeiro

Listar navios do tipo
Submarino nuclear / mísseis de cruzeiro


União Soviética
Submarino nuclear / mísseis de cruzeiro classe
Charlie
(tipo Alfa / Charlie / Victor)
Alfa / Charlie / Victor

Dados principais Motores
Deslocamento standard: 4000 Ton
Deslocamento máx. : 4900 Ton.
Tipo de propulsão: Nuclear / Turbina a vapor
Comprimento: 95 M - Largura: 10M
Calado: 8 M.
Profundidade: 300 M
Numero de tubos: 6
1 x Reactor nuclear (0)
1 x Turbina a vapor (15000cv/hp)
Tripulação / Guarnição: 100 Autonomia: 9999Km a 40 nós - Nr. Eixos: 1 - Velocidade Máxima: 24 nós


Forum de discussão

Os submarinos nucleares do tipo «Charlie», ou projecto 670 «Skat» conforme a designação russa, entraram ao serviço em 1968 e fizeram parte de uma inovadora série de submarinos de origem soviética.

Eles foram pensados para produção em massa e por isso receberam apenas um reactor nuclear e também para utilizar o na altura novo míssil anti-navio soviético de longo alcance SS-N-7 (PL-20 na referência soviética). O ritmo de produção era de um submarino a cada seis meses [1].

Este tipo de míssil destinava-se a atacar directamente os grupos de batalha da marinha soviética e os seus porta-aviões.

Dos seis tubos lança-torpedos, quatro eram de 533mm e dois de 406mm

Empréstimo
Um navio da classe Charlie, foi cedido à India de 1988 a 1991 e baptizado como «Chakra». O emprestimo levou a uma reação do Paquistão, que solicitou à China o emprestimo de um submarino nuclear da clase Han. A devolução do navio à União Soviética, terminou o processo paquistanês.


[1] - As qualidades inicialmente atribuidas aos submarinos do tipo Charlie, bem assim como a alguns dos seus congéneres soviéticos causaram grande impressão no ocidente, onde estimativas apontavam para uma capacidade de produção de um submarino a cada três semanas. A estimativas eram absolutamente irrealistas, já que os numeros reais, mostraram que a URSS conseguiu construir em média de 3 a 4 submarinos por ano.
Informação genérica:
Os submarinos dos tipos Alfa, Charlie e Victor sendo diferentes, estão todos relacionados entre si, e a sua construção é resultado das influência inovadora do almirante Sergei Gorshkov na marinha da União Soviética.

Podemos identificar dentro desta «familia» de navios os seguintes modelos:

Alfa - Submarino de ataque de pequenas dimensões e casco simples.

Victor / Projecto 671 - Submarino de ataque lançado no final dos anos 60. (A classe Victor-I tem capacidade para disparar torpedos, a Victor-II pode lançar mísseis anti-navio)

Victor-III - Série de submarinos de ataque com melhor isolamento e características que o tornavam mais dificil de detectar. Este modelo também recebeu capacidade para transportar mísseis de cruzeiro, além dos mísseis anti-navio e dos torpedos.

Charlie / Projecto 670 - Classe complementar de submarinos soviéticos, destinados à produção em série e em grande número, com várias características simplificadas.
Complementado com o 670M, conhecido como Charlie-II


   
---