Listar navios do tipo
Navio Auxiliar


III Reich / Alemanha
Navio Auxiliar classe
Kormoran

Dados principais Motores
Deslocamento standard: 8736 Ton
Deslocamento máx. : 19900 Ton.
Tipo de propulsão: Motor a Diesel
Comprimento: 164 M - Largura: 20.2M
Calado: 8.5 M.
2 x Motor eléctrico Siemens Schuckert (0)
4 x Motor a Diesel Krupp-Germaniawerft 9cyl. (16000cv/hp)
Tripulação / Guarnição: 400 Autonomia: 152000Km a 10 nós - Nr. Eixos: 2 - Velocidade Máxima: 18 nós

Canhões / armamento principal
6 x Krupp 150mm SK L/45 C13 m.1908 (Calibre: 150mm/Alcance: 18Km)

Aeronaves embarcadas
- 2 x Arado Ar-196A-3


Forum de discussão

Inicialmente baptizado como Steiermark, o Kormoran foi um navio de carga alemão, utilizado para apoiar a frota alemã de submarinos, convertido em cruzador auxiliar armado. Disfarçado de navio mercante ele foi equipado com artilharia normalmente encontrada em cruzadores, como peças de 150mm.

A título de curiosidade, uma das seis peças tinha feito parte da bateria secundária do cruzador de batalha Seydlitz, que operou durante a I guerra mundial.

Além dos seis canhões de 150mm o navio foi igualmente armado com uma peça de 75mm que foi removida antes da viagem final. Estava ainda equipado com um reparo duplo de canhões anti-aéreos de 37mm e outros cinco canhões de 20mm. Transportava duas peças anti-tanque de 37mm.
Outra arma poderosa eram os seis tubos lançadores de torpedos de 533mm e as minas modelo «C».
Também escondidos, eram transportados dois aviões de reconhecimento Arado Ar-196A1

O Kormoran tinha por missão afundar navios cargueiros inimigos, a grande distância da Grã Bretanha. O Oceano Indico era um dos cenários onde mais facilmente se poderiam encontrar alvos e foi para ali que o Kormoran se dirigiu, tendo conseguido afundar 11 navios de carga.

No final de 1941 o Kormoran foi avistado por um navio, que rapidamente foi identificado como sendo um navio de guerra. Naturalmente que, sendo basicamente um cargueiro armado o Kormoran não tinha qualquer blindagem e não poderia resistir a um navio de guerra.

Optando pelo logro, o comandante do Kormoran manteve a bandeira holandesa sob a qual navegava até ao último momento, quando o navio australiano, o cruzador ligeiro HMAS Sydney do tipo Leander, começava a desconfiar da proveniência do navio.

A bandeira alemã foi hasteada e o Kormoran abriu fogo sobre o navio australiano com todas as armas que tinha disponíveis. O fogo das peças de 150mm foi eficaz, ainda mais que os disparos foram efectuados a curta distância, resultando daí que o Sydney tenha sido gravemente atingido.

Porém, o cruzador australiano acabou por acertar no Kormoran, que não resistiu aos disparos. Um fogo foi declarado a bordo e o comandante mandou evacuar a tripulação. Os receios do comandante do navio alemão justificavam-se, pois o fogo acabou por atingir rapidamente os paiois onde se encontravam minas. O Kormoran foi completamente devastado pelas explosões e afundou-se. A tripulação foi feita prisioneira.

O afundamento do cruzador australiano por um navio cargueiro armado continuou a ser fonte de curiosidade e razão para intermináveis teorias da conspiração, até que os dois navios foram finalmente encontrados no fundo do mar, confirmando-se assim o relatório que tinha sido feito pelos prisioneiros alemães.

Abaixo, esquema de armamento do Kormoran:


Notas adicionais:
O navio tinha autonomia para operar durante 352 dias


Informação genérica:


   
---