Listar navios do tipo
Navio Auxiliar


Estados Unidos da América
Navio Auxiliar classe
Mercy

Dados principais Motores
Deslocamento standard: 54367 Ton
Deslocamento máx. : 69360 Ton.
Tipo de propulsão: Turbina a vapor
Comprimento: 272.6 M - Largura: 32.3M
Calado: 10 M.
2 x Caldeiras (oleo) General Electric (0)
2 x Turbina a vapor General Electric (24500cv/hp)
Tripulação / Guarnição: 73 Autonomia: 24000Km a 17 nós - Nr. Eixos: 0 - Velocidade Máxima: 17 nós


Forum de discussão

Os dois navios da classe Mercy, são os dois maiores navios-hospital ao serviço de qualquer marinha do mundo e são também os maiores navios da marinha norte-americana, ultrapassados apenas pelos porta-aviões nucleares da classe Nimitz.

Trata-se de dois navios-tanque do tipo San Clemente, convertidos para operação como navios hospital.

Um dos navios está normalmente numa situação de reserva operacional com tripulação reduzida a apenas algumas dezenas de militares, que garantem a sua manutenção. Em caso de crise os dois navios podem ser colocados ao serviço num periodo que varia de uma a três semanas.

Em caso de conflito, os navios Mercy operam com pessoal dos hospitais militares das forças armadas norte-americanas.

Eles contam com 20 enfermarias e as camas estão distribuidas da seguinte forma:
A Unidade de Cuidados Intensivos tem 80 camas e a de cuidados intermédios está equipada com mais 280.
Existem mais 120 camas para cuidados ligeiros. Há mais 500 camas para pacientes em recuperação.

Estão disponíveis 12 salas de operações, centro de radiologia, laboratório de análises clinicas, centro para cuidados dentários, entre outros.
O navio também conta com uma morgue.

Além de utilização em situações de conflito, os dois navios podem igualmente ser utilizados em situações de catástrofe, em áreas onde não existem sistemas de saúde minimamente operacionais.

Nessas missões colaboram além de militares e civis norte-americanos, médicos e enfermeiros de países como a Austrália, Canadá, Chile, Japão, Portugal e República da Coreia.


Um navio que pode transportar mais de 1,000 pacientes juntamente com centenas de médicos, enfermeiros e auxiliares funciona como uma pequena cidade pois quando chega ao fim de um dia de trabalho o pessoal não pode voltar para casa para dormir. Há para isso algumas áreas de lazer para o pessoal. Estes navios contam com capacidade para produzir 6,000 refeições por dia e produzir dietas especiais para os pacientes que necessitem.
Há lavandarias e serviços adicionais que estão ao nível do que se encontra na maior parte das cidades dos Estados Unidos.

Não estão disponíveis instalações para transportar helicópteros mas a pista de pouso pode ser utilizada por aeronaves tão distintas quanto o CH-47 Chinook, o CH-53 Sea Stalion ou o Mi-17 russo.

Sendo navios destinados ao transporte de combustível, eles têm amplos espaços internos, que normalmente não são comuns a bordo de navios. No entanto, a utilização de um navio-tanque deixou alguns problemas. Os navios estão divididos em compartimentos com anteparas estanques a separar as várias secções. Por esta razão, os pacientes têm que ascender até à coberta para passar de um sector para outro.
Esta configuração apresenta porém vantagens em áreas de guerra. Por estar dividido em vários compartimentos, se for atingido por um míssil, o navio dificilmente poderá afundar.
Tanto o USS Confort como o Mercy não estão normalmente armados (pode haver um destacamento para manutenção da ordem). Um disparo contra este tipo de navio é considerado crime de guerra segundo a convenção de Geneva.


Informação genérica:


   
---