Navios deste tipo:

South Carolina (1906)
Couraçado «tipo Dreadnought»
Delaware
Couraçado «tipo Dreadnought»
Utah (1908)
Couraçado «tipo Dreadnought»
Wyoming
Couraçado «tipo Dreadnought»

Listar navios do tipo
Couraçado «tipo Dreadnought»


Estados Unidos da América
Couraçado «tipo Dreadnought» classe
Delaware
(tipo Dreadnoughts americanos)
Dreadnoughts americanos

Dados principais Motores
Deslocamento standard: 20380 Ton
Deslocamento máx. : 22060 Ton.
Tipo de propulsão: Turbina a vapor
Comprimento: 158.2 M - Largura: 26M
Calado: 8.3 M.
14 x Caldeiras (carvão) Babcock & Wilcox (0)
2 x Turbina a vapor Curtiss (25000cv/hp)
Tripulação / Guarnição: 933 Autonomia: 11000Km a 10 nós - Nr. Eixos: 2 - Velocidade Máxima: 21 nós

Canhões / armamento principal
10 x US Naval Gun Factory 305mm/45 Mk V/VI M1903 (USA) (Calibre: 305mm/Alcance: 18.2Km)
14 x US Naval Gun Factory 127mm L/50 US (Calibre: 127mm/Alcance: 17.37Km)


Forum de discussão

Da mesma forma que os britânicos não ficaram satisfeitos com os primeiros navios do tipo Dreadnought, por causa da bateria secundária muito fraca, com canhões de 76mm (3 polegadas) que deixava os navios praticamente desarmados perante um ataque de torpedeiros, também os norte-americanos, que tinham lançado os seus primeiros couraçados monocalibre, os dois South Carolina se tinham apercebido do problema.

Os americanos reagiram aliás muito mais rapidamente, pois apenas construiram dois navios com essa configuração e passaram de imediato a desenvolver navios com uma bateria secundária mais poderosa.

Os dois Delaware, também receberam mais armamento dado a bataria principal ter sido amentada de quatro para cinco torres duplas, constituida por 10 peças de 305mm, que era equivalente à dos navios contemporâneos britânicos. No entanto, ao contrário dos navios britânicos os navios americanos já incluiam todas as peças da bateria principal numa posição central, recusando a colocação das peças nos bordos em posição escalonada, foi aceite pela Royal Navy durante a 1ª década do século XX.

Por causa dos receios com a estabilidade do navio, três das cinco torres encontravam-se ao nível da coberta principal.
Esta disposição, permitia uma bordada de 10 peças de 305mm, enquanto que os navios britânicos só podiam disparar uma bordada de 8 peças do mesmo calibre.

Bataria secundária
Como já referido anteriormente, os Delaware distinguiam-se da classe anterior, não apenas por terem mais uma torre, mas principalmente porque receberam uma bataria secundária composta por 14 (catorze) canhões de 127mm (5 polegadas).

Estas peças de artilharia, colocadas, sete de cada lado, eram bastante mais poderosas que as peças de 76mm (3 polegadas), no entanto, os americanos como os europeus, continuaram a instalar o armamento secundário nas laterais do navio, numa posição muito baixa.
Como resultado, com o mar revolto e ondulação, as peças tornavam-se inuteis.


Informação genérica:
Tal como as principais potências navais do inicio do século XX os Estados Unidos também lançaram vários navios couraçados com armamento principal de canhões de grande calibre (305mm).

No total os Estados Unidos lançaram oito couraçados tipo Dreadnought, divididos em quatro distintas classes.

South Carolina
Os dois primeiros navios são os South Carolina, que são na pratica derivações de grandes pré-Dreadnought.

Delaware
Seguiram-se os dois Delaware, maiores mais blindados e mais rápidos, com capacidades pela primeira vez equivalentes às do Dreadnought britânico.

Utah
Os dois Utah, são idênticos aos Delaware, mas possuem quatro eixos e uma bataria secundaria ligeiramente mais poderosa.

Wyoming
Os últimos navios deste tipo com armamento de 305mm já foram construidos tendo em consideração a possibilidade de o armamento standard dos grandes couraçados vir a ser aumentado.
Desta forma os Wyoming são os últimos enquanto que os New York, serão muito parecidos, mas já equipados com canhões de 356mm (14 polegadas).


   
---