Navios deste tipo:

Colossus
Porta aviões ligeiro
Arromanches
Porta aviões ligeiro
Minas Gerais
Porta aviões ligeiro
Vikrant
Porta aviões ligeiro
Veinticinco de Mayo
Porta aviões ligeiro

Listar navios do tipo
Porta aviões ligeiro


Reino Unido
Porta aviões ligeiro classe
Colossus
(tipo Colossus)
Colossus

Dados principais Motores
Deslocamento standard: 13190 Ton
Deslocamento máx. : 18040 Ton.
Tipo de propulsão: Turbinas acopladas
Comprimento: 211.83 M - Largura: 24.38M
Calado: 7.09 M.
4 x Caldeiras (oleo) Admiralty (0)
2 x Turbinas acopladas Parsons (40000cv/hp)
Tripulação / Guarnição: 1300 Autonomia: 22000Km a 14 nós - Nr. Eixos: 2 - Velocidade Máxima: 25 nós


Forum de discussão

Em 1941 a Grã Bretanha encontrava-se numa situação muito complicada perante a pressão da Alemanha. Desde o inicio do ano que a pressão dos bombardeiros alemães tinha baixado, mas em contrapartida tinha aumentado a pressão dos submarinos, pretendendo submeter o país através de um bloqueio às suas linhas de abastecimento.

Em Maio de 1941, com a introdução da nova tática de ataque em «matilha», os alemães atingiram o record absoluto de navios afundados, com mais de 1.6 milhão de toneladas de tonelagem afundada.

Como não havia navios suficientes para as patrulhas, foi decidido lançar um programa de construção de emergência de porta-aviões ligeiros, que fossem mais adequados para operações militares que os porta-aviões de escolta adaptados, ainda que fossem inferiores aos verdadeiros porta-aviões de esquadra.

A classe Colossus é por isso o resultado dessa necessidade de porta-aviões, e é um meio termo entre o relativamente pequeno porta-aviões de escolta e o porta-aviões de esquadra.

A classe era muito mais ligeira que a classe Unicorn e os navios receberam apenas uma catapulta com capacidade para lançar aeronaves com um peso de 6300kg a uma velocidade de 125km/h.

Os Colossus possuiam apenas um hangar com 136m de comprimento. Um dos navios da classe, o Ocean, chegou a ser preparado para operar exclusivamente com caças noturnos.

Blindagem
Os navios praticamente não tinham blindagem, com algumas, poucas, excepções e estavam preparados para resistir a um ataque por torpedos, mesmo que o navio fosse atingido simultaneamente por dois torpedos.

Inicialmente estava prevista a instação de peças de artilharia anti-aérea de 20mm, mas as unidades que foram lançadas receberam peças de 40mm Bofors em 1945.

[a] - Classe Majestic

A classe Majestic era virtualmente idêntica à classe Colossus, com um deslocamento leve de 14.000t e máximo de 17.780t.

Os navios da classe Majestic, receberam uma coberta reforçada. Em contrapartida ele não tinha a mesma autonomia dos navios do tipo Colossus.
Por causa da coberta reforçada os Majestic podiam receber aeronaves de maior peso.

Os Majestic eram mais sofisticados e receberam novos radares mais modernos que os que estavam instalados a bordo dos Colossus. Por causa da redução na autonomia dos navios foi igualmente instalado um sistema de reabastecimento el alto mar.

De resto as dimensões e o sistema motriz não sofreram modificações.


Os navios das duas séries tiveram um custo relativamente aceitável para as suas qualidades e ainda que relativamente limitados, alguns deles foram transferidos para outras marinhas, tendo-se transformado na classe mais difundida de porta-aviões, estando ao serviço em oito países.
Além da Grã Bretanha, a França, a Holanda, a Austrália o Canadá o Brasil, a India e a Argentina adquiriram navios do tipo


Informação genérica:
A classe de porta-aviões «Colossus» tem origem no plano de construções navais de tempo de guerra dos britânicos durante a II Guerra Mundial.
Foi a mais numerosa familia de porta-aviões da Grã Bretanha e foram construidas trezes unidades.

Trata-se de uma classe constituida por duas séries. A primeira, que é conhecida como Colossus é ligeiramente diferente com algumas alterações relativamente ao layout interno, mas basicamente trata-se do mesmo navio.
A segunda série é conhecida como Majestic.

São navios construidos com enfase no número e não nas características técnicas. Por isso a sua velocidade ficou limitada a menos de 25 nós, não existe praticamente proteção ou blindagem e o armamento defensivo foi reduzido ao mínimo.

Os navios da classe foram os seguintes:

Colossus

HMS Colossus [6]
HMS Glory
HMS Ocean
HMS Venerable [1]
HMS Vengeance [2]
HMS Theseus
HMS Triumph
HMCS Warrior [4]
HMS Perseus [5]
HMS Pioneer [5]

Majestic

HMS Hercules [3]
HMS Leviathan
HMCS Magnificent (HMCS)
HMS Majestic
HMS Powerfull
HMS Terrible


[1] - Transferido para a Holanda e posteriormente para a Argentina (Veinticinco de Mayo)
[2] - Emprestado à Austrália e transferido para o Brasil como Minas Gerais
[3] - Transferido para a Índia como Vikrant.
[4] - Transferido para a Argentina como Independencia.
[5] - Completados como navios de manutenção de aeronaves.
[6] - Transferido para a França como Arromanches


   
---