Suécia e Finlandia na NATO

Comentários a artigos de opinião

Suécia e Finlandia na NATO

Mensagempor admin1 » sábado Oct 25, 2014 3:44 pm

À medida que a Russia se torna mais agressiva, países tradicionalmente neutros, são empurrados pela própria Russia para dentro da organização que os russos mais temem.
admin1
Site Admin
Site Admin
 
Mensagens: 516
Registado: sexta nov 25, 2011 4:44 pm
 

Re: Suécia e Finlandia na NATO

Mensagempor mafets » domingo Oct 26, 2014 3:07 pm

Analisar as F.A. Suecas é tão complexo como fazer uma análise aos Leopard 2 Portugueses (rezam as "más línguas" que além da "manutenção", junta-se a falta de veículos de recuperação e um problema com parte das pontes lusitanas que parece que não suportam tal peso) ... :mrgreen: :twisted:
a imobilização da Brigada Mecanizada do Exército (BME) a sul do Tejo, já que não existem pontes num raio de 60 Km, tendo a BME que deslocar os seus tanques até à ponte Salgueiro Maia, em Santarém para fazer os seus tanques chegar ao norte do país…http://movv.org/2008/11/22/sobre-a-aquisicao-de-37-leopard2a6-por-portugal-e-dos-seus-problemas/

O Suecos tem um pais que é geograficamente um "pesadelo" para qualquer invasor (terceiro maior pais da UE, com uma baixa densidade populacional, concentrada no sul com inúmeros cursos de água e com o norte cheio de florestas http://en.wikipedia.org/wiki/Sweden).
Imagem
Depois, tem uma forças "muito pouco" convencionais. http://en.wikipedia.org/wiki/Swedish_Armed_Forces Ou seja, apesar da diminuição substancial de meios, os suecos para a realidade específica da Escandinava e do Báltico continuam a ter forças a considerar, mesmo comparativamente aos Russos. O facto de essas forças se desdobrarem fora das suas bases (quase todas elas fortificadas, à excepção dos helicópteros de ASW que eram deixados num hangar comum a qualquer aeródromo :? ),tornam-as muito difíceis de encontrar e destruir face à imensidão do pais (a força aérea sueca é "especialista" neste segmento operacional).
Imagem
Imagem
Imagem
Ainda por cima desenvolveram tácticas defensivas bastante acuradas (armas como o "tanque s" tinham principalmente a missão de emboscada) e tem equipamento que apesar de actualmente não ser muito numeroso é de facto tecnologicamente evoluído.
Imagem
Imagem
Imagem
Portanto a Suécia, mesmo não tendo a força militar de outrora (http://news.usni.org/2014/10/28/lessons-swedens-sub-hunt) continua a ser um adversário de valor. Prova disso é o facto de as suas tropas em missões internacionais, terem um excelente comportamento e serem das mais bem treinadas e equipadas fora do plano NATO (sendo sempre uma mais valia para a aliança atlantica).
Imagem
Imagem
O mesmo é válido para os Finlandeses. Forças não muito numerosas mas altamente treinadas e com experiência internacional, embora não produzam parte do equipamento como os suecos e tenham material proveniente da Rússia como o BMP-2.

Imagem
Imagem
Imagem
É verdade de quer a Rússia com a URSS sempre tiveram um papel importante na estrutura e estratégia militar dos países escandinavos neutros, mas claramente no final do Sec.XX e principios do Sec. XXI existiram questões internas que levaram a uma aproximação à NATO. A principal teve a ver com os gastos da defesa que para parte da população e das forças politicas com uma Rússia enfraquecida não se justificava (e possivelmente ainda não se justifica no presente e não se justificará no futuro :roll: ), estratégia essa que face a actualidade, quer na Geórgia mas sobretudo na Ucrânia se revelou errada, ao enfraquecer as F.A. que actualmente são menos capazes do que eram na guerra fria. Resta estão o ESCUDO NATO face à crescente actividade russa.
Imagem
Imagem
Imagem

Cumprmentos
Avatar do Utilizador
mafets
Major
Major
 
Mensagens: 749
Registado: sexta dez 09, 2011 3:51 pm
 

Re: Suécia e Finlandia na NATO

Mensagempor pt-papatango » quinta Oct 30, 2014 11:03 pm

O problema principal para os suecos, é a tradicional tentativa dos países escandinavos de atuarem em conjunto para assim garantirem uma posição de maior força.
A Suécia é um país que já defrontou o império russo e durante a invasão da Finlândia pela URSS os suecos chegaram a enviar algum auxilio embora não autorizassem a passagem de tropas da NATO.

A Dinamarca e a Noruega foram países neutrais, até que entenderam que de nada valia a neutralidade. Quando a NATO foi criada, juntaram-se.
A Suécia ficou neutral, numa altura em que a Finlandia estava isolada e não tinha opção que não fosse ficar quietinha no seu canto.

Ao processo de um país ocidental que se acomodava ao poder russo, chamou-se finlandização.
A Finlandia comprava material de guerra russo e negociava com a Russia e em contrapartida os russos fingiam que não sabiam que aquilo era um malvado estado capitalista.

Com o fim da URSS tudo mudou. Até agora não houve necessidade de pensar na questão da defesa, mas com o Putin a forçar a barra, não se sabe o que pode acontecer.

O que sabemos é que a Noruega e a Dinamarca já avisaram que não farão nada em caso de agressão russa.
A atuação conjunta dos escandinavos só ocorrerá, se a Suécia se juntar. E se a Suécia se juntar, a Finlândia vai por arrasto, já que não só a Suécia estaria na NATO, mas também os estados bálticos a sul, para não falar da Polónia, que inevitavelmente se vai transformar no maior espinho cravado na pata dos russos.

Se a Suécia se junta à NATO, a Russia bem pode renomear a esquadra do Báltico de Esquadra Suicida. Eles estarão em águas inimigas logo que sairem do porto.
A mesma coisa acontecia no Mar Negro. Os russos sabiam que em caso de guerra, os seus navios no mediterrâneo não voltariam a ver a Russia.

Cumprimentos
pt-papatango
Capitão
Capitão
 
Mensagens: 271
Registado: terça jan 24, 2012 4:42 pm
 

Re: Suécia e Finlandia na NATO

Mensagempor khaled » sexta Oct 31, 2014 12:01 pm

Cada vez mais com a integração do Norte Europeu vai ser complicado esses países não entrarem também, além disso para Suécia que vende muitas armas para as pequenas repúblicas do Báltico que fazem parte da OTAN, a entrada aumentaria a parceria.

Com Suécia no Norte, Polônia no Centro e Turquia no Sul, fica muito complicado para os Russos quererem algo a oeste.

Das Repúblicas Bálticas que hoje são as mais assustados com a atual militarização russa, saiu notícias que elas estudam a batalha da Georgia:

http://www.realcleardefense.com/article ... 07518.html

O texto da batalha de Tskhinvali que está no texto:

http://smallwarsjournal.com/jrnl/art/th ... -revisited

Abraço,
khaled
Major
Major
 
Mensagens: 652
Registado: quinta fev 09, 2012 10:28 pm
 

Re: Suécia e Finlandia na NATO

Mensagempor mafets » sexta Oct 31, 2014 12:11 pm

http://www.aereo.jor.br/2014/10/30/otan-intercepta-um-grande-numero-de-avioes-russos-que-voando-perto-do-espaco-aereo-europeu/
Mas incidentes militares com a Rússia este ano fizeram com que ambos os países reavaliassem suas posições. No mês passado, a Suécia disse que dois aviões militares russos violaram seu espaço aéreo. A Novus pesquisa de opinião divulgada terça-feira constatou pela primeira vez que os suecos estão favoráveis a adesão à OTAN.

Imagem
Imagem

Cumprimentos
Avatar do Utilizador
mafets
Major
Major
 
Mensagens: 749
Registado: sexta dez 09, 2011 3:51 pm
 

Re: Suécia e Finlandia na NATO

Mensagempor Dozer » sexta Oct 31, 2014 1:21 pm

É dificil de ententer, eu pelo menos não entendo, o que é que os russos querem nesta confusão toda.
Certamente que não é apenas o mercado ucraniano, porque o mercado ucraniano não vale nem um décimo do comercio com os países da Europa.
Parece que os russos não conseguem existir sem criar problemas para alguém, e que só se entendem a sim mesmos como país, caso mostrem ser uma potência agressiva, com o objetivo de esmagar os paises vizinhos.

Este tipo de país terá futuro ?

Saudações
Avatar do Utilizador
Dozer
Tenente
Tenente
 
Mensagens: 196
Registado: segunda dez 05, 2011 1:52 am
 

Re: Suécia e Finlandia na NATO

Mensagempor mafets » sábado nov 01, 2014 10:49 am

http://www.aereo.jor.br/2012/10/27/cacas-suecos-vao-patrulhar-o-espaco-aereo-da-islandia/
GOVERNO DA SUÉCIA PROPÕE UMA COOPERAÇÃO SUECO-FILANDESA PARA ESSA OPERAÇÃO
-
A Rádio Sueca ( Sverigesradio) noticiou na sexta-feira, 26 de outubro, que caças suecos em breve estarão patrulhando o espaço aéreo da Islândia, tomando o lugar de aeronaves dos Estados Unidos que cumprem esse papel desde a Guerra Fria.

Segundo a reportagem, não é segredo que a Suécia tem se aproximado da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) nos últimos anos, realizando exercícios com membros da organização. Internamente, com exceção do Partido de Esquerda, há pouca oposição parlamentar ao estreitamenteo da cooperação da Suécia com a OTAN.

Nesta semana, o Partido Social Democrata apoiou a proposta governamental para uma operação conjunta sueco-finlandesa sobre a Islândia. Apesar da Suécia não ser um dos países da OTAN, trata-se de um grande passo de distanciamento da política oficial de não-alinhamento. A opinião é de Magnus Christiansson, da Faculdade Sueca de Defesa Nacional (Swedish National Defence College).

A ameaça russa é sempre mencionada em debates políticos sobre as defesas aéreas suecas. A questão é: como a Rússia vai encarar que um país vizinho não alinhado à OTAN assuma as patrulhas aéreas sobre a Islândia? De acordo com Christiansson, os russos estão vendo de perto essas mudanças, que consideram um reforço da OTAN na região.

Imagem
Imagem

Cumprimentos
Avatar do Utilizador
mafets
Major
Major
 
Mensagens: 749
Registado: sexta dez 09, 2011 3:51 pm
 

Re: Suécia e Finlandia na NATO

Mensagempor khaled » segunda nov 10, 2014 1:48 pm

Para mim é meio impossível não pensar hoje em dia em defesas conjuntas, a quantidade de quartéis abandonados ou semi-abandonados pelo mundo é algo que impressiona, segue o exemplo até de Portugal como em Setúbal (1).

Se as defesas estatísticas estão sendo neglicenciadas só seria possível, enviando tropas rápidas para tapar um possível invasão, com o custo dos equipamentos e treinamento subindo na estratosfera só é possível se for em conjunto. Além dos estoques seguros para cobrir eventualidade de munição e comida militar para suprir as necessidades da resistência.


(1) http://mimilitary.blogspot.pt/2014/08/t ... mment-form
khaled
Major
Major
 
Mensagens: 652
Registado: quinta fev 09, 2012 10:28 pm
 

Re: Suécia e Finlandia na NATO

Mensagempor mafets » segunda nov 10, 2014 5:20 pm

khaled Escreveu:Para mim é meio impossível não pensar hoje em dia em defesas conjuntas, a quantidade de quartéis abandonados ou semi-abandonados pelo mundo é algo que impressiona, segue o exemplo até de Portugal como em Setúbal (1).

Se as defesas estatísticas estão sendo negligenciadas só seria possível, enviando tropas rápidas para tapar um possível invasão, com o custo dos equipamentos e treinamento subindo na estratosfera só é possível se for em conjunto. Além dos estoques seguros para cobrir eventualidade de munição e comida militar para suprir as necessidades da resistência.


(1) http://mimilitary.blogspot.pt/2014/08/t ... mment-form

Concordo, mas este exemplo não é o melhor. Passo a explicar recorrendo a este Blog:http://regimentodeartilhariadecosta.blogspot.pt/2011_10_01_archive.html
As batarias do Casalinho, são segundo consta, das poucas em Portugal a serem retiradas e desmanteladas, enquanto quase todos os outros exemplos (excepto dois casos e um terceiro em que as instalações deram lugar a um hospital preservando-se uma peça de artilharia), apresentados muito bem no blog do Fernando Limão tiveram os quartéis abandonados com peças de artilharia, holofotes, mobiliário e até documentos (só retiraram as munições, tanto na sexta e sétima batarias situadas na Arrábida perto de Setúbal das quais reportam as fotos abaixo, como em algumas das restantes).
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Embora lamente o abandono e a forma como o património militar se degradou sem que o espaço fosse requalificado, a razão para a desactivação do Casalinho (ocorreu nos anos 60) e o abandono das restantes batarias foi a sua obsolescência. Hoje em dia, facilmente detectadas e com o armamento existente facilmente destruídas (antes de poder dar sequer algum tiro), as defesas estáticas foram sendo substituídas por defesas móveis, principalmente com Misseis Anti-navio em plataformas como camiões, como são exemplos Taiwan (primeira foto, a base é estática mas os sistemas móveis) Irão ou Suécia. Infelizmente Portugal não o fez, já que a desactivação da artilharia de costa não foi colmatada com a continuidade das mesmas unidades, mas com sistemas móveis (assim a costa portuguesa dependerá sempre da Marinha e Força Aérea, bem como da artilharia do exercito para uma eventual resistência, o que obviamente faz subir a necessidade do auxilio NATO no caso de alguma situação anómala).
Imagem
Imagem
Imagem

Cumprimentos

P.S. - Interessante. http://www.europeanleadershipnetwork.org/medialibrary/2014/11/09/6375e3da/Dangerous%20Brinkmanship.pdf
Avatar do Utilizador
mafets
Major
Major
 
Mensagens: 749
Registado: sexta dez 09, 2011 3:51 pm
 

Re: Suécia e Finlandia na NATO

Mensagempor pt-papatango » domingo nov 23, 2014 8:25 pm

Para quem tem de contar os tostões, é necessário pesar muito bem o que se retira e que armas, sistemas de armas e doutrinas são abandonadas.

Na realidade, não existe uma ameaça credível que justifique a existência de um sistema de defesa costeiro.
Essa não existência decorre da NATO.
Durante as últimas décadas a ameaça russa tinha desaparecido e nenhum dos países do norte de África mostrava qualquer capacidade para se transformar numa ameaça.

Agora, com a agressividade do regime russo, que durará enquanto o Putin estiver vivo (penso eu de que) mesmo assim a ameaça é relativamente reduzida.
Em caso de conflito, dificilmente uma agulha russa conseguiria saís do Báltico e mesmo no Mar do Norte, teria que passar por vários países hostís para conseguir chegar a Portugal.

Relativamente à Russia nós em Portugal beneficiamos do que se pode considerar uma espécie de profundidade estratégica ao contrário.
A distância da ameaça, é a nossa melhor proteção. E acresce que é grátis. O preço que os políticos mais gostam ... :mrgreen:

Cumprimentos
pt-papatango
Capitão
Capitão
 
Mensagens: 271
Registado: terça jan 24, 2012 4:42 pm
 
Próximo

Voltar para OPINIÃO

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante

cron