Força Aérea


Translation to English not responsability of areamilitar.net.
Service is supplied as is and correct interpretation is not guaranteed.
Testada nova bomba planadora JSOW
Sistema atinge alvos a mais de 500km
04.11.2009


Na passada segunda-feira a Raytheon fez uma demonstração de um dos sistemas de armas de maior sucesso nos Estados Unidos desde os anos 90. A nova versão da bomba planadora JSOW demonstrou a sua nova capacidade para atingir alvos a distâncias enormes, ultrapassando os 500km.

A nova bomba planadora, recebeu um pequeno motor, que permite aumentar radicalmente o alcance operacional da arma. O novo sistema foi lançado a partir de uma aeronave F-18E/F da marinha e segundo o fabricante, ela pode ser utilizada a partir de qualquer sistema que já tenha capacidade para lançar as bombas planadoras JSOW de modelos anteriores. «Os custos de modificação são mínimos», afirmou Harry Schulte, vice-presidente da divisão de sistemas de mísseis da Raytheon, que também adiantou que o alcance máximo previsto para a nova versão do JSOW é de 300 milhas náuticas, ou seja, aproximadamente 540km.

Durante os anos 80, os Estados Unidos começaram a testar um novo conceito de bomba lançada a partir de aeronaves, que permitia que a bomba, equipada com asas, um perfil aerodinâmico melhorado e um sistema de navegação sofisticado, atingisse alvos a até 110km de distância do ponto de lançamento.

Este tipo de armamento é extremamente importante e de grande utilizada, pois torna os sistemas anti-aéreos de curto alcance e mesmo de médio alcance, virtualmente inúteis, pois os mísseis dificilmente conseguem interceptar as bombas JSOW e os aviões que as lançam ficam fora do alcance dos mísseis.

No entanto, os aviões estavam ainda dentro do alcance dos sistemas anti-aéreos mais sofisticados (de longo alcance) e também dentro do alcance de uma resposta da força aérea do país inimigo, que tinha apenas que encurtar a distância para poder atacar o avião lançador com mísseis ar-ar.

Agora, o novo sistema JSOW-ER, com um alcance máximo de mais de 500km, torna inútil a utilização de mísseis anti-aéreos de longo alcance, pois a aeronave lançadora pode largar as bombas JSOW a distâncias para além do alcance dos sistema anti-aéreos mais poderosos.
Além disto, mantendo uma distância de 500km relativamente ao alvo, a distância permite ao avião lançador ficar protegido da resposta da força aérea inimiga.

O problema dos custos: a outra guerra
Além das suas características peculiares, este sistema, bem assim como o sistema JDAM e equivalentes, procuram resolver um dos problemas da guerra moderna, o da guerra de preços. A arma mais eficiente não é a que consegue destruir melhor os alvos inimigos, mas sim aquela que os consegue destruir pelo menor preço.

O preço de um sistema JSOW tem vindo a aumentar, à medida que as suas capacidades e características vão sendo melhoradas, mas mesmo assim, o seu custo deverá ficar abaixo de 250.000 Euros. Este preço representa (consoante as fontes) entre 10% a 15% do preço de um míssil anti-aéreo do sistema S-300/S-400 de fabrico russo, como o míssil «48N6DM» que tem um alcance máximo estimado em 250km. Mesmo perante o míssil anti-aéreo com maior alcance, o avião que lança o JSOW, estará sempre fora do alcance dos sistemas antiaéreos.

Esta tremenda vantagem táctica, que é militar, mas também económica, é vista como uma resposta à superioridade dos sistemas de mísseis anti-aéreos russos e também chineses.


Últimas noticias sobre este tema

Problemas logísticos atrasam F-35

Contra o Osprey, marchar !

Mais 300 F-16 por mais 15 anos

Nova versão F-16V «Viper»

Último «Raptor» saíu da linha de montagem

Operação do F-22 continua interrompida

Treinador chinês concorrerá no mercado americano

F-35B poderá ser cancelado, afirma secretario da defesa

 
| Forças Armadas de Angola | Exército Brasileiro | Exército Português | Força Aérea Brasileira | Força Aérea Portuguesa | Marinha do Brasil | Marinha Portuguesa | Forças Armadas de Moçambique | Forças Armadas da Guiné-Bissau | Timor - Sociedade | Forças de defesa de Timor | Brasil | Moçambique | Portugal | Listagem de todas as notícias | Listar todos os navios | Listar todas as aeronaves | Listar armas ligeiras | Listar todos os veículos | Artigos de opinião | Médio Oriente | União Europeia | Europa fora a UE | América do Norte | América do Sul e Caribe | África | Índia e Asia Central | Ásia e Oceânia